Entretenimento

Entendendo o final de “A Freira” e as possíveis teorias explicativas do seu plot twist

0

Apesar de não ter agradado a tantos críticos assim, o filme de terror “A Freira” fez um sucesso estrondoso na bilheteria, realizando a façanha de arrecadar 136 milhões de dólares em sua semana de estreia.

Os espectadores que tiveram a oportunidade de assistir ao filme ficaram repletos de dúvidas, sobretudo quanto ao final do filme e ao plot twist que acontece nas cenas finais.

Tendo em vista as pessoas que ficaram com a cabeça fervilhando de dúvidas e as perguntas feitas por nossos leitores na crítica que elaboramos sobre o filme (leia aqui a crítica), vamos dar uma breve explicação sobre o final de A Freira e mais alguns elementos.

Compreendendo o filme “A Freira” e seu respectivo final

Antes de qualquer coisa, é preciso saber que o filme “A Freira” trata-se de um spin-off, ou seja, um filme derivado de outro, nesse caso derivado de Invocação do Mal 2.

Em Invocação do Mal 2, aparece um aterrorizante demônio na figura de uma freira, demônio esse que recebe o nome da Valak. Inesperadamente, a tal freira-demônio fez tanto sucesso que os produtores decidiram fazer um filme somente sobre ela.

“A Freira” é um filme de origem, ou seja, ele é o marco zero de todo o universo de Invocação do Mal. A pretensão dessa obra é ajudar a entender como tudo aconteceu e serviu de ponto de partida para uma série de coisas.

A nível de esclarecimento, os filmes que fazem parte da franquia e universo de Invocação do Mal são: Invocação do Mal, Invocação do Mal 2, Annabelle, Annabelle 2 e A Freira.

Vamos aos easter eggs, conexões e explicações?:

  • Ao final do filme, descobre-se que o nome real de Frenchie é na verdade Maurice. Lembra-se de Invocação do Mal, onde os Warren estão dando uma espécie de aula e contam o caso de um fazendo franco-canadense chamado Maurice? É ele, Frenchie! Nas gravações que eles exibem na aula, mostram o exorcismo de Maurice, que exibe um “relevo” de cruz no abdômen.
  • Isso nos leva ao final de “A Freira”, no qual aparece Frenchie/Maurice com uma ardência no pescoço e podemos ver uma cruz em seu pescoço. Vemos também durante um flashback que antes que Irene supostamente prendesse o demônio Valak, Valak introduz uma espécie de cobra dentro de Frenchie. Bem, um dos codinomes de Valak é “Marquês das Cobras”, o que sugere que ele tem o poder de comandar as cobras. Isso sugere duas coisas diferentes: que ou Valak possuiu Frenchie ou ele controla Frenchie através dessa cobra.
  • Tendo em vista o tópico anterior, temos então 2 possíveis explicações sobre a possessão de Frenchie e o aprisionamento de Valak no portal demoníaco: 1 – O demônio aprisionado por Irene não se trata de Valak, mas sim um outro demônio subordinado/relacionado a Valak e o verdadeiro Valak está possuindo Frenchie; 2 – Valak foi aprisionado, mas pode controlar as coisas através de cobra que transmitiu a Frenchie.
  • A priori, o fato de Taissa Farmiga, que faz o papel de Irene em “A Freira” ser irmã de Vera Farmiga, que fez o papel de Lorraine Warren não tem nada a ver com a história e mitologia do filme. Trata-se de uma mera coincidência. Contudo, na impede do diretor usar isso para fazer alguma conexão no enredo.
  • Em “A Freira”, os fatos ocorrem em 1952, 19 anos antes dos acontecimentos de Invocação do Mal e 25 anos antes de Invocação do Mal 2. Além disso, há muitas semelhanças entre as visões de Irene e a sensitividade de Lorraine. Tendo isso em vista, é possível que haja alguma conexão familiar entre Irene e Lorraine. Como já dissemos, apesar da produção já ter dito que não há conexão familiar, isso pode ser usado como um ponto que explicará uma eventual ligação familiar entre elas ou outro tipo de conexão.
  • Outra similaridade entre Irene e Lorraine é que o demônio Valak aparece para ambas através do espelho e em outra ocasião, por meio primeiramente de uma obra, para posteriormente aparecer às costas delas.
  • A placa do caminhão que transporte o padre Burke e Irene forma o nome Valak.
  • Em Invocação do Mal 2, aparece o nome Valak na sala de leitura onde Lorraine está sentada, através de “enfeites” em formato de letra na estante de Lorraine.
  • O nome Valak também está escondido nas paredes do quarto onde a freira se suicida.

Essas tratam-se apenas de algumas teorias e explicações, que possivelmente serão elucidadas em uma provável sequência de A Freira.

Deixe nos comentários outros possíveis easter eggs que tenha reconhecido ou suas teorias sobre o final!

 

 

Danieli Mennitti
Possuo graduação e mestrado em História pela UNESP. Faço parte da equipe de redação do portal Resumo. Além de professora e historiadora, sou redatora web freelancer/autônoma. Interesso-me e escrevo sobre os mais variados assuntos.

You may also like

Comments

Leave a reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *