Skip to content

Voos no Brasil são impactados por greve geral na Argentina

À meia noite dessa segunda feira (25/06), foi decretada uma greve geral na Argentina. A greve atinge diretamente diversos serviços, tais como coleta urbana de resíduos, postos de combustíveis, transportes variados. O ato chega até mesmo a atingir os voos brasileiros para terras argentinas e vice versa.

PUBLICIDADE

Desde que Macri subiu ao poder, já aconteceram outras greves similares. Essa já é a terceira greve contrária a sua política econômica que ocorre durante seu governo.

O governo de Macri não acredita que a mobilização seja contra a sua política econômica, mas sim que teria um viés político.

Os responsáveis pela organização de uma manifestação dessa magnitude estimam que aproximadamente um número de 1 milhão de pessoas participem da greve geral. A greve em questão foi convocada pela organização de caráter peronista Confederação Geral do Trabalho, que reúne diversos sindicatos no país.

PUBLICIDADE

Impactos da greve argentina nos voos brasileiros

As proporções da força desse greve atingiram os voos das companhias aéreas brasileiras. Há uma quantia considerável de voos cancelados em algumas capitais dos estados, como Recife, Porto Alegre, São Paulo, Curitiba e Rio de Janeiro.

De acordo com informações transmitidas pela Gol, absolutamente todos os voos para a Argentina e da Argentina para o Brasil, pela companhia, foram cancelados e já criados novos voos, em novas datas, para suprir as demandas.

PUBLICIDADE

A companhia informa ainda que está a inteira disposição dos passageiros para que os mesmos possam solicitar a remarcação dos voos, sem nenhum custo adicional. Caso desejem, podem solicitar reembolso ou crédito integral por suas passagens.

A Latam, por sua vez, que os voos internacionais e domésticos operados na Argentina e para a Argentina também foram cancelados.

No caso da referida companhia aérea, o que eles passageiros podem fazer é alterar as datas e  dos voos, sem cobrança de tarifa extra; pedir reembolso do valor das passagens ou ainda solicitar mudança de rota, sem nenhuma multa, devendo o usuário apenas pagar a diferença de valor.

A Latam diz ainda que aqueles cujos voos estão marcados para essa segunda feira que efetuem a programação dos mesmos pelos canais de atendimento da companhia.

A companhia aérea Aerolineas Argentinas também anunciou que todos os seus voos foram cancelados. Os passageiros tem direito a pedir reembolso ou então a reprogramação do voo, em um espaço de 15 dias.

Serviços afetados pela greve na Argentina

As ruas nas maiores cidades do país estão bastante vazias, com somente um ou outro táxi circulando pelas mesmas. Os chamados metrobus estão paralisados desde a zero horas.

Há também poucos caminhões trafegando. Na capital, os trens que fazem conexão das mercadorias no porto não estão funcionando.

Estações de trem, ferrovias, aeroportos, portos, escritórios, bancos, escolas, coleta de lixo, postos de combustíveis, todos estão paralisados. Os hospitais estão atendendo apenas casos de urgência.

A greve já recebeu o apoio da Central de Trabalhadores da Argentina, a chamada CTA e de uma das divisões da CTA.

A priori, a manifestação se resume a uma interrupção do fluxo de atividades, sem outros tipos de manifestações. Contudo, alas mais radicais avisaram a intenção de bloquear as vias de acesso.