Skip to content
PUBLICIDADE

Juliette revela preocupação com a segunda onda da pandemia em conversa com Caio: ‘Tem como ser maior que a primeira?’

PUBLICIDADE

A pandemia da covid-19 se tornou assunto dentro do BBB nas últimas semanas, especialmente depois que Sarah foi infeliz em algumas declarações e “brincadeiras” sobre a pandemia. A brasiliense chegou a afirmar que não teve covid-19 porque Deus gostava dela.

A situação gerou tanto desconforto entre o público, que Tiago Leifert acabou se manifestando diretamente aos confinados e explicou que a pandemia não acabou, está longe de acabar e vive seus piores dias.

A afirmação do apresentador deixou os participantes apreensivos, especialmente Juliette e Caio. Conforme determinado pelo contrato, os participantes serão avisados caso aconteça algo com algum de seus familiares.

PUBLICIDADE

No entanto, o mesmo não vale para amigos e pessoas próximas, em geral. Essa foi uma preocupação revelada por Caio em conversa com Juliette. A paraibana demonstrou preocupação com a declaração de que a nova onda da pandemia estaria pior do que a primeira.

“Tem como ser maior do que a primeira?”, indagou Juliette. Caio então ponderou que só poderia ser o caso se os hospitais estivessem lotados e o número de mortes estivesse elevado. Exatamente o que está acontecendo, mas eles não sabem.

PUBLICIDADE

“A gente aqui é avisado só em relação à nossa família, mas nossos amigos… A gente pode sair daqui e ter surpresa de um amigo, do pai de um amigo ter morrido”, afirmou Caio.

A sister concordou e comentou que uma amiga perdeu o pai nas vésperas de sua entrada no reality, mas que ela não contou sobre o programa em respeito ao luto da amiga.

Via: tvefamosos.uol.com.br

PUBLICIDADE