Tecnologia

Twitter baniu Alex Jones de forma permanente

0

A rede social Twitter baniu permanentemente Alex Jones e o seu respectivo programa Infowars em razão de comportamento abusivo na rede.

A companhia falou que o teórico da conspiração de direita não vai mais ser capaz de criar novas contas no Twitter ou nem mesmo assumir aquelas que já são existentes.

Ela disse que vai permanecer monitorando os relatórios a respeito de outras contas potencialmente ligadas ao Sr. Jones ou Infowars, e irá “entrar em ação” se por acaso descobrir qualquer tentativa de contornar essa proibição.

As teorias mais loucas criadas por Alex Jones, desde os Illuminati aos sapos gays, ele já utilizou a plataforma para atacar os parentes de crianças mortas durante o massacre na escola de Sandy Hook no ano de 2012, acontecimento esse que ele chamou de fraude.

Durante um vídeo que ele postou no site da Infowars, o Sr. Jones falou: “Eu fui derrubado não porque nós mentimos, mas sim porque nós falamos a verdade e porque éramos populares”.

O Twitter contou que postou um vídeo que violava a política da empresa contra aquilo que chama de “comportamento abusivo”.

O vídeo exibiu o Sr. Jones repreendendo um jornalista da CNN, Oliver Darcy, por um tempo de algo em torno de 10 minutos entre duas audiências no Congresso a respeito do suposto preconceito contra os conservadores no Twitter.

Jack Dorsey, o CEO do Twitter, testemunhou nas duas audiências, porém, de acordo com o que consta, não pareceu testemunhar o confronto.

Alex Jones criticou a reportagem e a aparência de Darcy, fazendo uma alusão a seus “jeans skinny” e dizendo várias vezes seguidas: “Apenas olhe para os olhos desse cara” e “olhe para aquele sorriso”.

Em um determinado momento, ele disse que o Sr. Darcy estava “sorrindo feito um gambá que se arrastou para fora do rabo de uma vaca morta. É assim que você é. Você parece um gambá que foi pego fazendo algumas coisas realmente desagradáveis ​​- na minha opinião. Você é uma figura pública também”.

Alex Jones possuía aproximadamente 900.000 seguidores no Twitter e o seu site Infowars tinha algo em torno de 430.000.

O Twitter determinou a suspensão de Alex Jones e Infowars por uma semana, citando alguns tweets que violaram as regras da companhia contra o comportamento abusivo, que salientam que um usuário não pode se envolver em assédio contra alguém ou incitar outras pessoas a fazerem isso.

Jones continua ativo no Facebook depois que o seu período de suspensão expirou recentemente.

Apple, YouTube e Spotify também removeram permanentemente o material que Alex Jones havia publicado.

Acusações contra Alex Jones

Advogados das famílias de duas vítimas dos tiros na escola de Sandy Hook acusaram o teórico de conspiração Alex Jones e seu negócio de mídia Infowars de destruir intencionalmente evidências relevantes sobre os casos de difamação contra ele, de acordo com uma moção apresentada em um tribunal do Texas.

Alex Jones está sendo processado pelas famílias de 9 vítimas de Sandy Hook pelo fato dele ter espalhado falsas alegações de que o tiroteio de 2012 na escola primária que matou 20 alunos da primeira série e seis adultos foi uma farsa apoiada pelo governo, e que as famílias dos mortos eram atores.

Danieli Mennitti
Possuo graduação e mestrado em História pela UNESP. Faço parte da equipe de redação do portal Resumo. Além de professora e historiadora, sou redatora web freelancer/autônoma. Interesso-me e escrevo sobre os mais variados assuntos.

You may also like

Comments

Leave a reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

More in Tecnologia