Skip to content

Por crime, Cristiano Ronaldo vai pagar 18,8 milhões de euros a Tesouro espanhol

cristiano ronaldo crimes

O astro do Real Madrid, e goleador da Seleção Portuguesa na Copa do Mundo, Cristiano Ronaldo, aceitou se tornar culpado nos crimes tributários nesta última sexta-feira, perante o governo espanhol.

PUBLICIDADE

Segundo o diário esportivo espanhol Marca, da cidade de Madri, Cristiano Ronaldo com a presença de seus advogados nesta última sexta feira, reconheceu diante da Agência Tributária espanhola, quatro crimes fiscais cometidos, nas quais consistem também na condenação de dois anos de prisão. Porém a prisão não é de cumprimento obrigatório, sendo passiva de pagamento de multa, que foi exatamente o que aconteceu.

O acordo feito com a Agência Tributária, feito por seus advogados e com confirmação pelo jogador, foi “fechado” na marca dos 18,8 milhões de euros. Em reais esta quantia se aproxima dos 80 milhões de reais. O valor será pago para o Tesouro espanhol.

Próximos passos

Apesar do acordo estar finalizado, o novo diretor da Agência Tributária ainda precisa assinar o compromisso com o Tesouro espanhol, para que Cristiano Ronaldo finalmente se livre de todos os problemas fiscais de natureza administrativa e também criminal.

Como o crime é “primário”, Cristiano não corre o risco de ser preso. Porém caso o jogador volte a ter problemas fiscais e tributários, não será mais possível substituir a prisão pelo pagamento de multa, por mais que seja milionária.

Quando e como ocorreram os crimes fiscais?

Cristiano Ronaldo é acusado de praticar quatro crimes fiscais entre os anos de 2011 e 2014. Os crimes são referentes à não declaração de boa parte do dinheiro arrecadado através de patrocinadores.

PUBLICIDADE

A agência espanhola estimulou que a quantia que foi fraudada pelo jogador, seria de 14,4 milhões de euros, mas após meses de conversações e também através do pacto feito, a dívida está atualmente girando em torno dos 5,7 milhões de euros. Em reais esta quantia se aproxima dos 25 milhões.

Apesar de ser uma quantia exorbitante, o salário atual do jogador é de 21 milhões de euros, portanto a multa não irá afetar diretamente a vida do maior nome da seleção portuguesa.