Skip to content

Facebook irá excluir todas as contas de usuários com menos de 13 anos

criancas excluidas facebook seguranca

Apesar de já fazer parte da política de regras do Facebook, da qual proíbe a criação de perfis na rede social por menores de 13 anos de idade, nesta última quarta feira (25 de julho), a empresa americana prometeu que irá excluir todas as contas de usuários com menos de 13 anos e que irá adotar medidas mais rígidas para futuros cadastros.

PUBLICIDADE

A empresa conta que atualizou as orientações feitas a seus revisores de perfis, onde agora a lei é suspender qualquer conta que haja fortes indícios de que o usuário seja menor de 13 anos. Há também opções de denúncias de perfil, dos quais também podem ser excluídos e outras regras independente da idade do usuário, que também podem resultar nas exclusões.

O comunicado oficial do Facebook

Quem fez o comunicado oficial foi a vice-presidente global de Políticas de Conteúdo do Facebook, Monika Bickert. Ele foi realizado após uma reportagem do canal britânico, Channel 4, que levantava diversas questões sobre política de privacidade e a questão da idade dos usuários era uma delas.

Segundo Monika, a rede social não permite que pessoas com menos de 13 anos possam abrir uma conta no Facebook. Quando há denuncias e suspeitas, os revisores da empresa irão analisar os conteúdos do perfil, para tentar descobrir a idade.

Caso hajam indícios de que o usuário tenha menos de 13 anos, a conta será suspensa e não será possível mais ser acessada, até que sejam fornecidas provas de que a idade do mesmo, seja maior do que 13 anos. Monika diz que estão trabalhando arduamente para que o Facebook seja um local seguro para todos..

No comunicado da vice-presidente, há diversas citações sobre as políticas atuais da empresa, que são claras sobre o que é e o que não é permitido no Facebook, dos quais muitas das vezes são ignorados pelos usuários.

PUBLICIDADE

Contratação de novos funcionários

No mundo todo a empresa relatou que foram aumentados o contingente de trabalhadores responsáveis por revisar denúncias de perfis e conteúdos dentro da rede social. Em um comunicado, foi exposto que a empresa dobrou o número de pessoas que estão trabalhando nas equipes de proteção e segurança.

Atualmente são 20 mil pessoas trabalhando na área de segurança e mais 7,5 mil trabalhando como revisores de conteúdo. Este é um número ainda considerado pequeno em vista da quantidade de usuários.

Hoje o Facebook é utilizado por mais de 1,4 bilhão de pessoas, que utilizam a plataforma todos os dias, publicando milhares de fotos, vídeos, textos, compartilhando, curtindo, etc. Fica um pouco difícil vistoriar 100% dos casos.

O conteúdo é propagado inclusive em diversos idiomas e envolvem uma análise bem complexa antes de finalmente serem excluídos. É preciso avaliar se o conteúdo é de bullying, discurso de ódio, terrorismo, crimes, conteúdo sexual e outros, que podem ou não passar por uma revisão. É preciso sempre realizar uma denúncia para que o conteúdo possa ser avaliado por um membro da equipe de segurança.

O que pode ser ofensivo para um, pode não ser para o outro. É um tema bem complexo.

Eventos pela Europa

O Facebook neste ano de 2018 já realizou três grandes eventos na Europa, onde foram ouvidas e avaliadas diversas sugestões de pessoas ligadas aos direitos humanos e também da liberdade de expressão. Em uma destas reuniões também foram ouvidas ideias de especialistas em segurança infantil e contraterrorismo.

Estas ideias estão sendo aprimoradas e aos poucos sendo aplicadas na rede social, principalmente neste período próximo a eleições presidenciais em diversos países.

A exclusão de usuários menores de 13 anos é apenas uma das medidas das quais veremos nos próximos dias.

Algumas mudanças de segurança também estão previstas para outras redes do grupo, como por exemplo, o Instagram.