Skip to content

Ex-presidente e atual candidata ao Senado, Dilma Rousseff, votou na parte da manhã

A ex-presidente da República e atualmente candidata ao Senado pelo Estado de Minas Gerais, Dilma Rousseff (PT), votou agora na manhã deste domingo, 7 de outubro, em uma escola no bairro São Luiz, na região da Pampulha, em Belo Horizonte.

PUBLICIDADE
Reprodução/Alex G1

Dilma chegou até a sessão na companhia do governador de Minas e candidato à reeleição, Fernando Pimentel (PT), da candidata a vice-governadora Jô Moraes (PCdoB) e diversos candidatos e apoiadores. Assim que a ex-presidente chegou, algumas pessoas cantavam “Dilma, Dilma, Dilma”. Outras pessoas entoavam vaias a ex-presidente.

“Eu acredito que hoje é um momento muito especial para o país porque nós estamos reafirmando a democracia no Brasil”, falou à imprensa a candidata.

“Por isso, você vê preocupações enormes com a eleição do Bolsonaro de quem? De toda a imprensa internacional. Porque ninguém na imprensa internacional acredita que o fascimo e o nazismo são de esquerda. O facismo e o nazismo, para todos da Europa e dos Estados Unidos, é de direita. E de ultradireita. E sabem, perfeitamente, quais são as consequências dele. Porque a história demonstrou isso”.

PUBLICIDADE

Dilma falou, ainda, que “o voto democrático é o voto do povo”. “Então, eu acredito que esta eleição é a eleição da democracia porque sem ela nós iremos regredir”, completou.