Skip to content

Ciro Gomes sinaliza apoio a Haddad no segundo turno: “Luto contra o fascismo”

Ciro Gomes, do PDT, que foi o terceiro colocado nas eleições para presidente da República, Ciro Gomes (PDT) deixou claro o seu apoio a Fernando Haddad (PT) no segundo turno, a despeito de ainda não ter efetuado nenhuma confirmação oficial.

PUBLICIDADE

Segundo o ex-ministro, ele primeiro comemorará as vitórias de Camilo Santana na disputa pelo governo do Ceará e de seu irmão, Cid Gomes, eleito senador, e se encontrará com o presidente do partido, Carlos Lupi, para formalizar o apoio.

“Vamos ‘tomar uma’ para espraiar o sangue. Mas uma coisa posso adiantar: minha história de vida é de defesa da democracia e de luta contra o fascismo”, afirmou Ciro Gomes. “Estou cheio de gratidão pelos milhões de brasileiros que aceitaram minha mensagem”, confessou.

O candidato do PDT à Presidência descartou por completo qualquer apoio a Jair Bolsonaro no segundo turno das eleições contra o candidato do PT Fernando Haddad e falou que tem um histórico de defesa da democracia e luta contra o fascismo.

Ele declarou que na segunda-feira deverá anunciar se vai apoiar formalmente o candidato do PT, Fernando Haddad.

“Ele não, sem dúvida”, emendou, fazendo referência ao presidenciável do PSL.

PUBLICIDADE