Novelas

Dom Sabino tem uma briga monstra com Marocas e não a deixa trabalhar – O Tempo Não Para

0

Dom Sabino e sua filha Marocas vão ter uma briga monstruosa por conta da decisão dela de trabalhar. A amada noiva de Samuca explanará ao pai que necessita se adequar ao novo século, porém o ex-congelado e sentirá ofendido e vai fazer Marocas chorar muito depois de discutirem.

A filha do patriarca dos Sabino ficará decepcionada por não obter um emprego em uma escola para as irmãs e lamentará. “Eu me sinto tão impotente. Ao contrário das moças deste século, sinto que não tenho independência!”, desabafa ela.

“Você tem a mim”, dirá dom Sabino, buscando fornecer algum alento para Marocas. “Eu preciso trabalhar”, falará ela. O homem explanará que já se decidiu a respeito do assunto e que não intenciona apoiá-la.

“Eu disse, com todas as letras, que essa é a minha palavra final.” “O senhor está sendo intransigente”, retrucará a ex-congelada do século XIX. “Não posso transigir com o que é errado”, rebaterá o pai da moça. “Errado? O trabalho dignifica, enobrece! O senhor mesmo me ensinou isso!”, replicará ela. O chefa da família Sabino, então, vai se valer de um argumento machista que vai deixar a sua filha muito mais revoltada.

“Quando se trata de um homem…”, tentará justificar ele. “Ora, o senhor não está me dizendo isso!”, responderá Marocas. Para conseguir por um fim ao embate, o ex-congelado não vai querer de jeito nenhum encarar a jovenzinha.

“Meu pai, não dê as costas para mim desse jeito!”, pedirá a adorada noiva de Samuca. “Eu estou dando as costas para as suas opiniões, não para você”, explicará o pai. “Eu sou as minhas opiniões! O que eu digo e faço é o que eu sou!”, esbravejará ela.

Marocas rememorará que o pai apresentou favorável ao progresso desde quando ele despertou no século XXI. “Não dentro da minha casa!”, vocifera ele. “Nós não temos mais casa. Nós vivemos numa pensão, do favor de estranhos. Não temos mais nada de nosso. O senhor não tem mais nada de seu. A não ser o seu orgulho!”, cutucará a filha, que exigirá respeito.

“E o senhor me respeite. Eu não sou mais uma criança. Eu sou uma mulher!”, falará Marocas, com convicção e firmeza. “Você é minha filha!”, ponderará o antigo fazendeiro.

“Deveras. E jamais esquecerei isso. Foi uma lição que eu aprendi. Eu amo o senhor, meu pai, tenho por si todo o respeito do mundo! E lamento profundamente que o senhor não me respeite também!”, terminará Marocas.

A briga encerrará com cada um deles em seu aposento se debulhando em lágrimas. Marocas vai ser consolada por Miss Celine, enquanto dom Sabino obterá conselhos de Agustina para ceder ao desejo da filha.

Samuca tem seu segredo revelado e o noivado com Marocas fica em perigo

Samuca vai decidir não revelar que sua companhia foi construída em cima das terras de dom Sabino, porém o segredo vai ser descoberto e poderá por o noivado com Marocas em perigo. Paulina ficará sabendo da informação sem querer e ficará dividida entre falar a verdade ou não para a amiga, mesmo tendo conhecimento de que o ex-congelado poderá se virar contra o genro e impedir a relação dos pombinhos.

Danieli Mennitti
Possuo graduação e mestrado em História pela UNESP. Faço parte da equipe de redação do portal Resumo. Além de professora e historiadora, sou redatora web freelancer/autônoma. Interesso-me e escrevo sobre os mais variados assuntos.

You may also like

Comments

Leave a reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

More in Novelas