Notícias

Tufão Mangkhut chega perto das Filipinas, trazendo ventos de até 255 km/h

0

Um contingente de milhares de pessoas abandonaram as suas casas nas Filipinas, perante a iminente chegada do supertufão Mangkhut, que porta rajadas de vento de até 255 km/h e ameaça a região com chuvas torrenciais. Ele é muito mais forte que o Furacão Florence, que ameaça os Estados Unidos, cuja velocidade estimada do vento é de 155 km/h.

O Tufão Mangkhut, aguardado nas próximas 24 horas, é o tufão mais brutal que já atingiu o país no decorrer do ano.

As autoridades estão especialmente temerosas a respeito das inundações e com os deslizamentos de terra. As diminutas aldeias de pescadores igualmente são vulneráveis aos ventos violentos e às gigantescas ondas que caem na costa.

Nas zonas costeiras da região norte, área essa atingida por uma variedade de desastres naturais, já largaram as suas casas a fim de fugir desse tufão e suas consequências.

Os habitantes de Luzón, a ilha principal das Filipinas, local onde moram milhões de pessoas, estão implementando reforços janelas e telhados para impedir que sejam arrancadas à força pela tempestade.

“As chuvas serão fortes e os ventos não vão ser brincadeira”, falou Michael Conag, que nada mais é do que o porta-voz da Defesa Civil Local, para a AFP.

“Pode haver ondas correspondentes a um edifício de quatro andares e muitas casas poderão ser destruídas, sobretudo as construções mais frágeis, que aparecem com maior frequência nestas zonas costeiras”, elucidou.

Uma chuva absurdamente forte já iniciava a atingir a extremidade nordeste de Luzón, também solapada por ventos intensos, apesar de no momento não ter causado estragos maiores.

Ao menos 4 milhões de pessoas estão na trajetória direta do Mangkhut, que então se direcionará para a região Sul da China, incluindo até mesmo o território autônomo de Hong Kong.

“Estamos com muito medo, dizem que o tufão é extremamente violento”, confessa Delalia Pasion, que largou a sua casa. “Nós estamos com muito receio de ficar. Nas últimas chuvas de monção, nossa casa ficou destroçada. Quero que meus netos permaneçam em segurança”.

O observatório meteorológico de Hong Kong recomendou cautela à população e explanou que a tempestade configura uma ameaça expressiva.

Os serviço meteorológicos de Taiwan previram que a tempestade alcançará a ilha no sábado, com fortíssimas chuvas no sul e leste do território, apesar de acreditarem que a região não será atingida de forma direta pelo centro do tufão Mangkhut.

Terrível desastre em 2003

A Filipinas é atingida por volta de 20 tufões anualmente, que provocam centenas de vítimas fatais e acentuam a pobreza de milhões de indivíduos.

Haiyan, um dos tufões mais truculentos da temporada, alcançou as ilhas do centro das Filipinas no mês de novembro de 2013, contando com ventos de mais de 315 km/h.

Gigantescas ondas semelhantes a tsunamis destruíram tudo em sua passagem. O desastre deixou um saldo de mais de 7.350 mortos e pessoas desaparecidas, além de um contingente de 4 milhões de pessoas terem ficado sem suas respectivas casas.

A nível de esclarecimento, vale a pena dizer que tufão, furacão e ciclone tratam-se do mesmo fenômeno. O que muda, nesse caso, é a região do planeta onde ele se origina e atinge.

Danieli Mennitti
Possuo graduação e mestrado em História pela UNESP. Faço parte da equipe de redação do portal Resumo. Além de professora e historiadora, sou redatora web freelancer/autônoma. Interesso-me e escrevo sobre os mais variados assuntos.

You may also like

Comments

Leave a reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

More in Notícias