Skip to content

Furacão Florence chega à costa leste dos Estados Unidos

set 14, 2018

O “olho” do Furacão Florence chegou à costa leste dos EUA nessa sexta-feira, 14 de setembro, causando inúmeras chuvas, ventos fortíssimos e enchentes no estado da Carolina do Norte.

Chegada do Furacão Florence

O temido furacão alcançou a costa americana em torno das 7h15 da manhã no horário local (8h15 no horário de Brasília), mais especificamente na cidade de Wrightsville Beach, porém uma parcela do estado já está sofrendo com inundações por causa das chuvas que impactam a região desde a quinta-feira, 13 de setembro e que precederam o temido aparecimento do centro do Furacão Florence.

Algo em torno de 150 pessoas ficaram presas aguardando serem resgatadas na cidade de New Bern, que infelizmente ficou inundada depois que o rio Neuse, que atravessa a região, se elevou em cerca de 3 metros, segundo informações do Centro Nacional de Furacões (NHC, da sigla em língua inglesa).

PUBLICIDADE

As pessoas estão utilizando as redes sociais para fornecer informações e também pedir ajuda. “Alguém pode nos ajudar, nosso carro está submerso, assim como nossa casa. Estamos presos no sótão”, postou um dos habitantes em uma rede social. Por volta de 30 mil pessoas residem na cidade, porém a maioria conseguiu deixar o local em segurança, conforme informaram as autoridades.

Portando ventos de até 150 km/h, o furacão Florence foi rebaixado para a categoria 1 (a escala vai até 5), porém as autoridades avisam que ele continua perigoso.

“Não é porque a velocidade do vento foi reduzida, a intensidade da tempestade caiu para 2, por favor, não baixem a guarda”, falou Brock Long, que é o diretor da Agência Federal para o Manejo de Emergências.

PUBLICIDADE

Provavelmente o furacão Florence irá provocar inundações em quase todo o estado da Carolina do Norte, conforme anunciou o governador Roy Cooper, durante uma entrevista coletiva. De acordo com o que ele informou, 12 mil pessoas já estão a procura de um dos 126 abrigos existentes no estado.

“Amanhã pode ser tarde demais. Não esperem até o último instante”, reforçou Brenda Bethune, prefeita da cidade de Myrtle Beach, a primeira cidade que deverá ser atingida pela chegada do Furacão Florence.

Esse furacão atuará como um “verdadeiro Mike Tyson na costa das Carolinas”, afirmou Jeff Byard, um colaboradora da Fema, que igualmente alertou a respeito dos cortes de energia, o fechamento das estradas, os riscos para as pessoas e os danos causados às infraestruturas.

Brandon Locklear, que trabalha no Serviço Nacional de Meteorologia, fez uma previsão de que ocorrerá o correspondente a 8 meses de chuva em um período de 2 a 3 dias. A previsão é que haja uma elevação no nível da água entre 1,8 metros e 2,7 metros.

Ao longo de todo o estado, 438 mil pessoas já se encontram sem energia elétrica de acordo com a rede de TV CNN e a previsão é que o número aumente para 3 milhões – as companhias ressaltaram que podem levar até uma semana para serem capazes de restabelecer o serviço depois da passagem do furacão.

As ordens de retirada alcançam em torno de 1,7 milhão de pessoas nos estados da Carolina do Norte, Carolina do Sul e Virgínia, em uma área onde habitam  10 milhões.