Skip to content
PUBLICIDADE

Sem processo e sem condenação, homem passa 16 anos preso injustamente e é finalmente libertado; vídeo gera revolta

PUBLICIDADE

Em 2005, Cícero José de Melo foi detido sob acusação de tentativa de homicídio. Ali começou um sofrimento que levaria 16 anos para começar a ser encerrado. Começado porque os últimos 16 anos não poderão ser devolvidos.

Jardineiro, hoje com 47 anos, Cícero sempre alegou inocência, mas foi preso. O grande problema é que nenhuma denúncia jamais chegou ao conhecimento da Justiça, Cícero jamais respondeu nenhum processo por tentativa de homicídio e, portanto, jamais foi condenado.

Ainda assim, sendo inocente tanto em sua defesa quanto em ausência de decisão condenatória da Justiça, ele permaneceu 16 anos encarcerado. Cícero conseguiu um advogado por acaso, o criminalista Roberto Duarte tomou conhecimento de sua situação através de outro detento, que era seu cliente.

PUBLICIDADE

Apenas agora, mais de uma década depois, o caso foi apresentado e a juíza Maria Lúcia Vieira decidiu pela libertação de Cícero. Agora, o jardineiro sonha em recomeçar a vida, mas ciente de tudo que perdeu nos últimos anos. “Eu servi ao exército e meu sonho era colocar meus filhos no colégio militar e esse sonho tiraram de mim”, afirma.

Cícero explica como enxerga sua situação, que revela falhas duras no sistema judiciário e prisional brasileiros. “Me considero como se eu tivesse sido sequestrado por um crime que eu não cometi nem contra o estado e nem contra a sociedade”, afirma.

PUBLICIDADE

Cícero conta ainda que viveu em completo abandono na unidade prisional e que agora pretende localizar sua família. Ele afirma ter sido preso de forma humilhante por policiais que o abordaram na rua e que jamais teve sequer audiência de custódia.

Via: noticias.uol.com.br

PUBLICIDADE