Skip to content

Saiba como descobrir o local de votação

Nessa última semana precedente à votação do 1º turno das eleições de 2018, candidatos intensificaram esforços com o intuito de conquistar mais votos e obter mais apoio. No caso dos eleitores, eles correm atrás de informações a respeito não somente das opções de voto disponíveis, mas também no que concerne aos procedimentos necessários para a realização da votação.

PUBLICIDADE

Uma das maiores e mais frequentes dúvidas é quanto ao local de votação. É plenamente possível conferir qual a seção, zona e endereço específico de votação através de vários canais na internet, de acordo com informações da Agência Brasil.

Na página do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), o eleitor terá a oportunidade de efetuar a consulta. A opção está disponível na página principal. Basta colocar o número do título de eleitor.

Para aqueles que esqueceram o registro do documento em questão, uma opção é fazer o preenchimento do nome, nome da mãe e a data de nascimento. O sistema exibe o número do título, a seção, a zona, o endereço e a cidade.

PUBLICIDADE

Para aqueles que desejam utilizar as redes sociais, também há outras alternativas O Tribunal Superior Eleitoral (TSE) está utilizando robôs (bots, no jargão técnico em inglês) para ajudar os eleitores a conseguir essas informações.

Os assistentes virtuais funcionam por intermédio dos perfis do Tribunal no Twitter (@TSEjusbr) e no Facebook Messenger (@TSEJus).

PUBLICIDADE

Para interagir com os softwares, o eleitor necessita mandar mensagens a eles. Os assistentes operam como “perfis” com quem o usuário conversa. No Facebook, basta o usuário pesquisar pelo perfil do TSE e encaminhar uma primeira mensagem.

Logo depois, surgirão várias opções como “dúvidas frequentes”, “situação eleitoral”, “quitação eleitoral” e “local de votação”.

Para verificar o endereço de onde o eleitor deverá comparecer, tudo o que se precisa é a pessoa dar seu nome completo e número do título para que o assistente possa consultar o banco de dados do TSE.

Se o eleitor se olvidar do número do título, é possível retomá-lo fornecendo algumas informações (como a data de nascimento e o nome completo da mãe).

No Twitter, o robô funciona de forma similar. O usuário necessita procurar o perfil do TSE e mandar uma mensagem direta a ele, para que possam ser proporcionadas as chances de consulta de informações a respeito de questões eleitorais e sobre candidatos.

Tanto no site quanto através dos assistentes virtuais, também é possível conseguir outras informações.

Na opção “situação eleitoral”, por exemplo, a pessoa averigua se está regular e se pode votar normalmente.

Na opção “candidatos”, é possível pesquisar todas as candidaturas, tanto nacionais quanto nos estados. O robô exibe dados básicos e se a candidatura foi ou não deferida.

O usuário pode pedir o programa de governo. O sistema encaminhará o link para a consulta do documento.

O programa também fornece a opção de ir para o site DivulgaCandContas, onde se locakizam as prestações de contas periódicas dos candidatos.