Skip to content
PUBLICIDADE

Por mensagens, babá narrou em tempo real à mãe de Henry que Jairinho estava torturando o garoto e Monique não fez nada – Vídeo mostra as mensagens

PUBLICIDADE

A recuperação das mensagens trocadas entre Monique Medeiros e Thayna de oliveira, babá de Henry Borel, mostram que no último dia 12 de fevereiro Jairinho promoveu uma verdadeira sessão de tortura contra a criança de apenas 4 anos de idade.

Na madrugada do último dia 8 de março, há exatamente um mês, Henry deu entrada sem vida em um hospital do Rio de Janeiro, após a necropsia do corpo ficou constatado que o garoto teria sofrido agressões que provocaram lesões externas e internas, que levou ao rompimento do fígado da criança.

Deste então a polícia vinha trabalhando com a hipótese de crime contra a vida do garoto, e na manhã desta quinta-feira (8), Monique e Jairinho foram presos sob as acusações de tortura, homicídio duplamente qualificado e por ameaças a testemunhas.

PUBLICIDADE

A babá contou em tempo real para Monique que Jairinho estava trancado no quarto com o garoto que Henry chegou a gritar por ela mas que logo em seguida o vereador aumentou o som da TV para que ela não pudesse mais ouvir o que acontecia dentro do quarto.

Quando Henry saiu do quarto ele estava amedrontado, pediu para ficar ao lado dela o tempo todo, mostrou os hematomas, disse que a cabeça estava doendo, contou que levou uma rasteira, e vários chutes.

PUBLICIDADE

Henry chegou a dizer que Jairinho afirmou que ele atrapalhava a vida da mãe e que ele reclamasse iria pegá-lo.

Confira as mensagens na reportagem abaixo:

ASSISTA O VÍDEO AQUI

PUBLICIDADE