Skip to content
PUBLICIDADE

Pai de Henry revela qual foi o pedido da mãe do menino após sua morte e diz quem é o culpado: ‘Não tenho dúvidas’

PUBLICIDADE

O pai do menino Henry Borel, Leniel Borel, concedeu entrevista para a Revista Veja. Com isso, diversas revelações foram feitas sobre o caso. O engenheiro apenas quer respostas para a morte de seu filho de apenas 4 anos de idade.

Para ele, não existem dúvidas de que o namorado de sua ex-esposa, o vereador e médico, Dr. Jairinho, é o culpado pela morte de seu filho.

De acordo com Leniel, desde que o caso de seu filho repercutiu nas mídias, diversas ex-namoradas o procuraram para relatar histórias semelhantes. Ele alega ter ouvido histórias horrorosas, a maioria apontada para agressões que os seus filhos menores sofriam enquanto estavam com Dr. Jairinho. Foi dito até mesmo que elas eram dopadas para que o vereador realizasse às agressões nos pequenos.

PUBLICIDADE

O pai de Henry ainda revelou que após a morte de seu filho, Monique, mandou mensagens constantes pedindo para que o enterro de Henry fosse agilizado. Ela não queria que a criança tivesse velório e queria um caixão fechado. Tudo isso levantou suspeitas em Leniel. O pai tinha o desejo de dar o último beijo em seu filho.

Leniel ainda disse que o seu filho reclamava com frequência de Jairinho, alegando que era machucado por ele. O engenheiro chegou a conversar com vereador sobre a situação, mas não notou nenhuma hostilidade.

PUBLICIDADE

Henry sempre reclamava de voltar para a casa da mãe e passava dias dormindo nos avós. Leniel jamais imaginou que aquele último fim de semana seria a última vez que veria o seu filho com vida.

 

Via: veja.abril.com.br

PUBLICIDADE