Skip to content
PUBLICIDADE

Menino de 9 anos morre depois de usar o próprio corpo para proteger a mãe em meio a tiroteio

PUBLICIDADE

A última quarta-feira (31) de março foi marcada por um tiroteio em Orange, na California. Um homem, de 44 anos, invadiu um complexo de escritórios e realizou diversos disparos. Na ação, o agressor deixou 2 feridos e 4 mortos.

O pequeno Matthew Farias, de apenas 9 anos de idade, era uma das pessoas presentes no local durante o tiroteio. De acordo com testemunhas, e com a própria mãe dele, o pequeno se colocou entre a mãe e o atirador.

Blanca Tamayo, mãe do menino, trabalhava no local e estava em expediente durante o tiroteio. Matthew agiu ao ver a mãe ferida, conforme conta o pai do menino, Rafael Farias, em entrevista ao canal local USA Today.

PUBLICIDADE

“Meu anjo, ele salvou sua mãe da morte”, afirmou, “ele levou balas por ela”, concluiu.

O caso recebeu grande atenção da mídia local, que investigou sobre o atirador. Aminadab Gaxiola Gonzalez, de 44 anos, é casado e agiu sozinho, segundo apontam as investigações. Sua esposa chegou dar entrevista e afirmou que “não entende” o que aconteceu.

PUBLICIDADE

Aminadab chegou a ser ferido durante o tiroteio, mas as autoridades não souberam informar se ele foi alvejado por disparos da polícia ou se disparou contra si mesmo. Ele foi socorrido e nao corre risco de morrer.

Familiares descrevem Matthew como um menino doce e que amava ajudar os outros. O menino sonhava em ser policial, ou astronauta, e gostava de passar tempo ao ar livre.

Via: noticias.uol.com.br

PUBLICIDADE