Skip to content
PUBLICIDADE

‘Me orgulho da mãe que me tornei’, foi o que a mãe de Henry postou, um dia antes de ser presa

PUBLICIDADE

Monique Medeiros é a mãe do menino Henry Borel. A criança morreu enquanto estava no apartamento dela e do padrasto, o vereador e médico, conhecido como Dr. Jairinho. Jairinho e Monique foram presos, sendo acusados de serem os responsáveis pela a morte do menino de apenas 4 anos de idade.

Horas antes de ter sido presa, a mãe da criança, fez uma publicação nas redes sociais, em um perfil criado e declarado estar sendo utilizado para ‘explicitar o ponto de vista do casal diante da morte de Henry’. Em uma das postagens, ela declarou que estava orgulhosa pela mãe que tinha se tornado.

Monique e Jairinho tiveram suas prisões anunciadas nesta quinta-feira, dia 8 de abril, um mês após a morte de Henry ter acontecido. Eles foram acusados de estarem atrapalhando às investigações. Além disso, teriam ameaçado testemunhas para dizerem aquilo que achavam coerente.

PUBLICIDADE

Foi divulgado conversas entre Monique e sua babá. Ela tinha conhecimento de que Jairinho estava agredindo o seu filho, ao menos desde fevereiro. Mesmo assim, não tomou nenhuma atitude para proteger a criança. As autoridades descartam que a professora não tenha dado respostas mais claras por ameaças, a todo o momento ela pareceu muito tranquila em seus pontos e as autoridades deram diversas aberturas para ela contar a verdade.

PUBLICIDADE

‘Todos os dias eu me tornava um ser humano melhor, por ele. Me orgulho da mãe que me tornei e me orgulho do filho que tive’, escreveu Monique no perfil.