Skip to content
PUBLICIDADE

Ex-vice-prefeita de cidade de SP morre de Covid-19 sem saber que o filho também havia morrido pela doença

PUBLICIDADE

Mais uma história lamentável e de cortar o coração é causada pela pandemia da covid-19. Em Paulínia, São Paulo, a ex-vice-prefeita morreu para a covid-19 na madrugada do último sábado (27).

Vanda Maria Camargo dos Santos era uma figura conhecida na cidade. Vanda estava aposentada, mas possuía um currículo longo de prestação de serviços a cidade. Foi servidora na Polícia Civil por 30 anos, atuou como voluntária por 15 anos na Associação dos Pais e Amigos dos Excepcionais e presidiou o Conselho Comunitário de Segurança.

Em 2013, 2015 e 2016, Vanda também assumiu como vice-prefeita da cidade, pelo PSDB. Sua trajetória foi ativa e muito presente na comunidade. A prefeitura da cidade se manifestou e lamentou, publicamente, sua morte.

PUBLICIDADE

Vanda testou positivo para a doença e, no dia 21, precisou ser internada. Ela nunca teve a chance de saber, mas seu filho, de apenas 25 anos, morreu 4 dias depois de sua internação. No dia em que seu filho foi sepultado, Vanda era intubada.

O marido de Vanda, pai do jovem, também contraiu a doença e atualmente está internado lutando pela vida. Ele, que não teve a identidade divulgada, está na CTI do Hospital Municipal de Paulínia, seu estado é considerado grave.

PUBLICIDADE

A prefeitura lamentou a morte de Vanda e seu filho, bem como prestou solidariedade a internação do marido. “A administração se solidariza com todos seus familiares e deseja melhoras ao seu marido, Belo, que encontra-se internado”, diz a nota.