Skip to content
PUBLICIDADE

Ex-mulher de Tom Veiga faz dura revelação: ‘se sentia um caixa eletrônico para os filhos’

PUBLICIDADE

Cybelle Hermínio e Alessandra Veiga concordaram em dar entrevista à Roberto Cabrini sobre a relação que tinham com Tom Veiga. O ator morreu em novembro do ano passado e, desde então, corre na Justiça uma disputa sobre a herança deixada por ele.

Alguns assuntos delicados foram abordados na entrevista, que vai ao ar neste domingo. Cybelle foi questionada, por exemplo, sobre a suposta agressão contra Tom. A história surgiu depois de depoimentos e um suposto áudio do ator terem vazado.

Cybelle negou ter agredido Tom Veiga e partiu para a ofensiva. Ela revelou que a relação de Tom Veiga e seu filhos supostamente não era boa. A ex-mulher do ator ainda afirma que partiu dele a ideia de coloca-la em seu testamento porque “sabia os filhos que tinha”.

PUBLICIDADE

“O que eu quero dizer é que não existe esse carinho, não existia esse carinho de pai. Ele se sentia um caixa eletrônico”, afirmou.

Cybelle ainda negou que estivesse se divorciando de Tom Veiga quando o ator morreu. Do outro lado, Alessandra Veiga, mãe dos filhos de Tom Veiga, afirma que eles estavam sim se divorciando e que ela, Alessandra, vivia uma reaproximação do ex-marido.

PUBLICIDADE

Alessandra ainda confirmou que Tom havia sido agredido por Cybelle e explicou que, segundo ela, Tom Veiga tinha vergonha e que por isso não registrou boletim de ocorrência.

Alessandra ainda revelou que Tom suspeitava estar sendo alvo de uma tentativa de golpe. “Ela [Cybelle] provocou ele para reagir, que ela disse: ‘Vai reage, você não vai fazer nada?’. Ele acredita que se ele fosse revidar e ela se machucasse e aí ela entraria com a lei Maria da Penha”, afirmou. Alessandra ainda garante que Tom havia pedido para que a história não fosse contada a ninguém.

Via: gente.ig.com.br

PUBLICIDADE