Skip to content
PUBLICIDADE

Dias após Henry ter sido agredido, Monique enviou imagens do menino dormindo no quarto do casal: ‘Quem ama, tolera’

PUBLICIDADE

No mesmo mês em que foi confirmado que Henry sofria agressões por parte de seu padrasto, o vereador e médico, Jairo Souza, mais conhecido como Dr. Jairinho, Monique Medeiros, mãe da criança, chegou a enviar uma foto mostrando o menino dormindo em um colchão no quarto do casal. A foto foi enviada para sua mãe, Rosângela Medeiros.

A mãe chegou a questionar sobre o seu filho estar sendo criado por outras pessoas. E Monique respondeu: “Quem ama, aceita e tolera também”.

A troca de mensagens foi encontrada após às autoridades terem feito uma operação para a recuperação de provas que foram apagadas dos celulares do casal.

PUBLICIDADE

As mensagens ocorreram onze dias após a babá Thayná ter avisado Monique sobre as agressões que Jairinho cometia contra Henry. Thayná alega que a criança confirmou as agressões para a mãe através de uma videochamada.

Thayná ainda disse que Monique demorou cerca de três horas para retornar para sua casa, no dia em que teria ocorrido as agressões contra Henry. Mas, que ao chegar, teria dito que voltou o mais rápido possível e que até mesmo tinha borrado suas unhas.

PUBLICIDADE

Ela contou que quando Monique chegou, pediu para que ela e Henry entrassem no carro e confirmassem a história dita. Henry confirmou tudo.

Além disso, a babá contou que já havia dito para a avó de Henry sobre as agressões que Jairinho praticava no menino. Porém, nada foi feito.

PUBLICIDADE

Via: noticias.uol.com.br