Skip to content
PUBLICIDADE

Covid-19: Corpo de criança de 4 anos fica jogado em canto de hospital por mais de 24h e causa revolta – Vídeo viraliza

PUBLICIDADE

A pandemia da Covid-19 vem trazendo à tona cenas de terror que se repetem por diversas vezes todos os dias nos corredores dos hospitais, cemitérios, serviços funerários, filas de pacientes graves à espera de um leito de Unidade de Tratamento Intensivo (UTI), corpos empilhados no chão.

O Brasil vive o pior momento diante da pandemia da Covid-19, o sistema de saúde está em colapso, não há vacina contra a Covid-19 suficiente para uma imunização em massa e por isso as regras de restrição e isolamento social estão cada vez mais rígidas.

Nesta terça-feira (30), o Sindicato dos Vigilantes do Distrito Federal (Sindesv), fez uma denúncia contra o Hospital Materno Infantil de Brasília (Hmib), de acordo com as informações repassadas pelo portal de notícias online do jornal ‘Metrópoles’, o corpo de uma menina de 4 anos, que morreu com suspeita de Covid-19, jogado em uma sala bem na entrada da unidade de saúde.

PUBLICIDADE

Gilmar Rodrigues, diretor de Comunicação do Sindesv-DF, esteve no Hmib por volta de 8h desta terça-feira e compartilhou um vídeo mostrando onde o corpo estava, segundo ele quando os vigilantes questionaram os funcionários do hospital foram informados o assunto não era competência deles. Confira o vídeo:

PUBLICIDADE

Em nota, a Secretaria de Saúde respondeu em nome do hospital, informando que “a unidade ainda aguarda o resultado do teste RT-PCR para concluir se o referido paciente estava ou não com Covid”. O caso gerou muita revolta.

 

Via: metropoles.com

PUBLICIDADE