Skip to content
PUBLICIDADE

Caso Henry: pai do menino conta o que escutou de Jairinho pelo telefone: ‘Irmão, vem pra cá’

PUBLICIDADE

Leniel Borel é pai de Henry Borel. O menino de apenas 4 anos de idade morreu enquanto estava no apartamento da mãe, Monique Medeiros. No mesmo local, estava o padrasto do menino, o vereador e médico conhecido como Dr. Jairinho.

Leniel quer explicações para a morte de seu filho. Recentemente, ele concedeu uma entrevista para Antonia Fontenelle. O vídeo já conta com mais de 600 mil visualizações. Nos comentários, é possível notar que muitos prestam apoio para o pai, nesta situação tão difícil que é perder um filho.

Monique, mãe de Henry, conta que escutou um barulho no quarto de seu filho durante a madrugada. Com isso, foi até o local e já o encontrou ‘gelado’ e com os olhos revirados. Para às autoridades, ela chegou a dizer que acreditava na possibilidade de seu filho ter ficado em pé na cama e ter caído.

PUBLICIDADE

Contudo, as autoridades já descartaram essa hipótese. Após um laudo ter sido realizado pelo IML (Instituto Médico Legal), foram apontadas diversas fraturas ao redor de seu corpo, inclusive, na cabeça, nos rins e no abdômen. Todas eram consideradas graves demais para uma queda.

PUBLICIDADE

No vídeo, Leniel contou que recebeu a ligação por volta das 4h. Ele disse que Monique pediu que ele fosse até o hospital e logo em seguida, Jairinho pegou o telefone e perguntou onde ele estava. A resposta de Leniel foi que estava indo para Macaé. Com isso, o vereador respondeu que Henry estava em parada cardíaca e que ele precisava ir ao hospital. Ao perguntar se o seu filho tinha morrido, Jairinho respondeu: ‘irmão, vem pra cá’.

 

Via: youtube.com

PUBLICIDADE