Skip to content
PUBLICIDADE

Caso Henry: nova denúncia de violência contra dr. Jairinho, de 2019, é escancarada

PUBLICIDADE

As investigações sobre a morte do menino Henry trouxeram à tona um boletim de ocorrência registrado contra o dr. Jairinho, o vereador do Rio de Janeiro. No documento, Jairo Souza Santos Júnior era acusado de violência doméstica pela então mulher, Ana Carolina.

Procurada tanto pela polícia, quanto por equipes de reportagens, Ana negou ter sofrido qualquer tipo de violência por parte de Jairo e chegou a tentar negar que tivesse registrado denúncia contra ele. Dias depois de registrar o BO, Ana voltou na delegacia e informou que não representaria queixa criminal contra o então parceiro.

Agora, no entanto, a polícia tem novas evidências que apontam mais uma vez para uma suposta face violenta de Jairo. Vizinhos do condomínio, onde Ana Carolina morava com os filhos, acionaram o 180 (canal de denúncias de violência contra a mulher).

PUBLICIDADE

Em junho de 2019, vizinhos denunciaram Jairo por supostamente agredir e humilhar a ex-mulher e a filha. O caso chegou a abrir uma investigação e tanto Ana, quanto a filha do casal, na época com 13 anos, foram ouvidas.

A adolescente afirmou que tinha um relacionamento normal com os pais e que eles brigavam, as vezes, mas nada fora do comum. Ana, por sua vez, negou que tivesse sofrido qualquer tipo de agressão.

PUBLICIDADE

Além deste caso, contra a ex-mulher, Jairo vem sendo acusado de agressão por outra ex-parceira, com quem se relacionou depois do término com Ana Carolina. A polícia investiga supostas agressões do vereador Jairo contra duas crianças, filhas de ex-namoradas.