Skip to content
PUBLICIDADE

Caso Henry: imagens mostram desenhos feitos pelo menino e revelam como ele enxergava sua família e a casa que morava com Jairinho

PUBLICIDADE

Após ter sido utilizada uma tecnologia para recuperar às mensagens do celular de Monique Medeiros, foi descoberto que ela chegou a entrar em contato com a psicóloga que estava acompanhando Henry, desde a separação de seus pais. Monique relatou que tinha ido buscar a criança na escola, pois ele tinha tido uma crise de choro.

Durante a conversa, a professora conta que tinha combinado com Henry que ele poderia ir para a casa de seus avós, em Bangu, desde que obedecesse, fosse para a escola e parasse de chorar. O posicionamento de Monique foi elogiado pela psicóloga.

Logo em seguida, a mãe de Henry mandou algumas fotos que mostram desenhos feitos por Henry. Nas imagens, é possível notar que ele desenhou tanto a casa em que morava com a mãe, quanto a casa dos avós, considerado o seu lugar favorito.

PUBLICIDADE

Na outra imagem, o menino deveria desenhar os membros da família. No desenho, ele apenas faz alusão a sua mãe e a ele mesmo.

PUBLICIDADE

A psicóloga respondeu que reconheceu que para Henry a casa dos avós era um lugar agradável. E sobre a casa da mãe, a profissional da saúde questionou o que estaria acontecendo e o menino respondeu que teria ido morar com um tio. No caso, seria o tio Jairinho. Além disso, ele teria dito que estava com saudades de seu pai.

A profissional de saúde, ao prestar depoimento, disse que tinha sido procurada por Monique devido a Henry não querer mais ficar na casa da mãe.

PUBLICIDADE

 

Via: recordtv.r7.com