Skip to content
PUBLICIDADE

Caso Henry Borel: mensagens trocadas entre os pais antes da morte vêm à tona; ‘hoje será uma noite difícil’

PUBLICIDADE

A morte do menino Henry Borel continua um mistério sendo investigado. O menino estava sob cuidados da mãe quando foi socorrido e levado ao hospital. Henry havia sido deixado na casa da mãe na noite do dia 07, já na madrugada do dia 8 foi declarado morto.

O caso está envolto em mistério e desafia os investigadores. A mãe do menino sustenta que estava dormindo com o namorado, quando acordou e encontrou o menino já desacordado no chão. Ela alega acreditar que Henry possa ter caído da cama.

O pai cobra por respostas e afirma que, quando entregou o menino, Henry estava saudável. Alguns detalhes sobre o caso foram expostos por reportagem exclusiva do Fantástico, na rede Globo.

PUBLICIDADE

Uma das cosias que mais chamou a atenção foram prints de conversas entre Leniel Borel, pai do menino, e Monique Medeiros, mãe de Henry. Os dois se separaram há alguns meses e o processo vinha sendo difícil para o menino, conforme as mensagens mostram.

PUBLICIDADE

Monique demonstrava apreensão com a volta do menino para casa, porque Henry poderia não querer voltar para a casa da mãe. A conversa entre os pais parece amigável e com o bem-estar de Henry em evidência. Monique informa que matriculou Henry no judô, escolinha de futebol e natação, e ainda comenta que pensava em também colocá-lo no teatro. Leniel responde: “tudo ótimo! acho muito legal!”.

Leniel compartilhou fotos de Henry brincando com outras crianças, Monique então reagiu feliz que o menino estava bem. Depois os pais ainda conversam sobre a volta de Henry para a casa e Leniel tranquiliza a ex-mulher, afirmando que vinha conversando com Henry sobre isso e que ele entenderia.

Os dois então conversam sobre como estão emocionalmente desgastados com o processo de separação e com o quanto Henry sofria. “Temos que ser firmes, fazer o nosso melhor”, afirma Monique.

PUBLICIDADE

As conversas estão anexadas na investigação e os pais, assim como o padrasto de Henry, estão sendo ouvidos pela polícia.