Skip to content
PUBLICIDADE

Caso Henry: Após Jairinho ter sido preso, investigado pela morte do menino, ele já sofreu três punições

PUBLICIDADE

Jairo Souza, o vereador e médico, mais conhecido como Dr. Jairinho, é o principal suspeito de ter matado o menino Henry Borel, de apenas quatro anos de idade. O caso gerou repercussão no país inteiro.

E recentemente, Jairinho, sofreu uma nova punição devido ao seu envolvimento na morte da criança. De forma oficial, ele foi desligado da Comissão de Justiça e Redação da Câmara dos Vereadores, localizada no Rio de Janeiro. Essa comissão é considerada a mais importante entre os políticos.

O anúncio de que o médico foi desligado contou com a assinatura do atual presidente da Câmara, Carlo Caiado, filiado ao DEM, no Rio de Janeiro e foi publicado no Diário Oficial da Câmara dos Vereadores.

PUBLICIDADE

O documento foi possível após ter sido oficializada a exclusão de Jairinho do partido Solidariedade.

Outras punições que Jairinho sofreu 

PUBLICIDADE

Logo após ele ter tido sua prisão anunciada por estar atrapalhando as investigações do Caso Henry e ter se tornado o principal suspeito de ter matado o menino, o partido em que até então ele atuava e representava, o Solidariedade, o expulsou.

Outra punição ocorreu quando ele foi expulso do Conselho de Ética da Câmara dos Vereadores. Ele teria sido escolhido para assumir um cargo, mas, até então, não se tinha conhecimento do envolvimento de Jairinho no crime.

Ademais, ele teve o seu salário como vereador cortado e segue em prisão temporária.

PUBLICIDADE

Muitos pedem por justiça no caso Henry.