Skip to content

Após caminhar 32 quilômetros para chegar ao trabalho, americano ganha carro de chefe

jovem americano Walter Carr vai ao trabalho

Uma história muito comovente esteve na mídia esta semana, onde para não chegar atrasado no primeiro dia de trabalho, um americano acabou percorrendo 32 quilômetros a pé, após identificar que seu carro havia quebrado e que ele não poderia ir até o serviço para dar início na jornada de trabalho.

PUBLICIDADE

O responsável por este feito é Walter Carr, um estudante de 20 anos, que possui muitos sonhos, dos quais a partir desta história, possui mais motivos ainda para realizá-los.

Seu carro quebrou nos subúrbios de Birmingham, no estado do Alabama, nos Estados Unidos. Foi quando ele decidiu que iria a pé, pois precisava do emprego.

Quando estava quase chegando no destino, o estudante foi abordado por um policial, que após conhecer a sua história, ficou comovido e o levou para tomar um café da manhã, antes de iniciar seu trabalho no primeiro turno da empresa de mudanças.

Como a história de Walter Carr viralizou?

A história de Carr tomou grandes proporções após uma cliente publicar no Facebook o relato sobre o caso. Quem publicou foi Jenny Lamey, onde ela relata que estava esperando os funcionários da empresa de mudanças às 8h desta última sexta-feira (13 de julho), para que todas as suas coisas fossem empacotadas e transportadas para o novo destino.

Porém aproximadamente às 6h30 a sua campainha toca e era Walter, acompanhado pelo policial, que provavelmente estava verificando se a história era verdadeira.

PUBLICIDADE

Durante a conversa com Lamey, ele relatou que havia pego o rapaz na região de Pelham, bem cedo e que ele estava ali para ajudar com a mudança.

Segundo seu relato na rede social, Walter acabou andando a noite toda para sair de Homewood e chegar em Pelham, porque ele tinha a necessidade de trabalhar, informando também que a distâncias entre os locais é de 20 milhas (aproximadamente 32km).

Enquanto Carr ajudava a mulher a empacotar as coisas de sua casa, ele falou que passou a sua infância em Nova Orleans, porém a família se mudou para Houston no Texas, pois onde eles moravam havia sido destruído pelo furacão Katrina.

Lamey diz que ficou muito emocionada com a história do jovem, principalmente quando reflete sobre a sua longa caminhada na madrugada para poder chegar ao serviço.

“Ele deve ter pensado diversas vezes em desistir, mas persistiu…”

O desfecho da história

Após a repercussão do caso, o diretor da empresa de mudanças da Bellhops, onde Carr teve a oportunidade de trabalhar, chamado Luke Marklin, se dirigiu do Tennesse ao Alabama para encontrar pessoalmente o seu funcionário determinado.

Marklin o chamou para conversar, tomar um café e em uma atitude nobre, acabou presenteando o jovem com seu próprio carro, um Ford Escape (2014).

O diretor relatou que estava impressionado com a sua atitude e disse que ela como um todo é exatamente o que a empresa representa, “Coração e Coragem”.

Ao saber que o carro era dele, Carr ficou muito emocionado. Ele relatou que pretende se formar em dezembro, em um curso da área de saúde e que também pretende se unir aos fuzileiros navais dos Estados Unidos, bem como cursar fisioterapia.

Em entrevista aos repórteres ele disse que era muito grato pela oportunidade de trabalho, pois a muito tempo não conseguia nada. E dada a oportunidade ele queria demonstrar que é dedicado e que como o seu carro estragou logo no primeiro dia, iria chegar ao trabalho de uma forma ou outra.

Em uma de suas frases ele diz que não importa qual seja o desafio, nós podemos sempre superá-lo, e que nada é impossível.

O diretor comentou também que a história de Walter, deve ter inspirado muita gente pelo mundo e que ele é um jovem muito especial, que provavelmente vai realizar todos os seus sonhos.