Skip to content

25 aviões a pedido da United Airlines serão produzidos pela Embraer

jul 17, 2018
embraer e united airlines fecham parceria bilionaria

A empresa brasileira Embraer é um sucesso e está se tornando uma das principais produtoras de aeronaves do mundo, atendendo encomendas de gigantes da aviação como a United Airlines.

A companhia aérea United Airlines dos Estados Unidos, nesta segunda feira (16 de julho) fez a solicitação para a Embraer um pedido de 25 jatos E175, com início da fabricação para os próximos meses. O contrato foi estipulado em 1,1 bilhão de dólares, com base na atual lista de preços da empresa.

A solicitação foi informada pela empresa durante a feira Farnborought Airshow que aconteceu na Inglaterra. A Embraer informou que as entregas estão previstas para serem iniciadas a partir do segundo trimestre de 2019, onde o início da fabricação deste pedido será para o último trimestre deste ano.

Os jatos E175 Embraer que foram pedidos pela United Airlines serão configurados com 70 assentos, e provavelmente serão utilizados na frota que realiza viagens dentro do próprio Estados Unidos.

Comunicado a imprensa pela Embraer

Na segunda feira mesmo, o Diretor de Marketing e Vendas da Embraer, Charlie Hillis, deu uma nota falando sobre o entusiasmo do pedido da United Airlines em adicionar 25 jatos da empresa à frota atual de 400 aeronaves ERJ e E-Jets que fazem parte das rotas operadas nos Estados Unidos.

A companhia aérea americana também realizou a encomenda de 4 aviões 787-9 da Boeing, a mais nova parceira da Embraer.

Planos para os próximo anos das fabricações Embraer

Nos próximos anos a Embraer está com uma previsão de produzir mais de 10 mil aeronaves novas, com até 150 assentos. A estimativa da produção de 10.550 aeronaves é nos próximos 20 anos, gerando uma receita que irá se aproximar dos 600 bilhões de dólares.

Atualmente a empresa conta cerca de 9 mil aeronaves em operação, com os novos pedidos a empresa pretende aumentar para 16 mil unidades. O crescimento no mercado prevê estimular 65% de toda esta demanda, sendo aeronaves consideradas novas. Já os outros 35% serão referentes a troca de aeronaves antigas, por novas unidades, mantendo a frota atual das companhias aéreas parceiras.

Segundo o comunicado da Embraer, atualmente as aeronaves de até 150 assentos estão sendo mais buscadas, por serem a melhor opção de custo/benefício do mercado, capaz de gerar um retorno considerável para as empresas aéreas.

Todo o desempenho da economia mediante a indústria de transporte aéreo irá depender de como os custos da produção irão aumentar ao longo dos próximos anos, bem como todos os incentivos governamentais e as novidades de mercado.

A Embraer inclusive conta com alguns projetos de tecnologia envolvendo grandes empresas de transporte como a UBER, que pretende lançar até 2020 o primeiro protótipo de Táxi aéreo do mercado.