Skip to content

Marcas retiram todo patrocínio de Júlio Cocielo após comentário racista

submarino caso cocielo

A Copa do Mundo não está sendo fácil para o Youtuber Júlio Cocielo. No último jogo da França, Cocielo publicou um comentário racista em seu twitter, relacionado ao jogador francês Kylian Mbappê, onde dizia que o atacante conseguiria fazer um arrastão na praia, após uma arrancada do jogador contra a Argentina na Copa.

PUBLICIDADE

O comentário racista de Cocielo gerou diversas críticas na internet, o que levou diversas marcas que patrocinavam o Youtuber a lançarem notas de repúdio a sua atitude e também retirarem os valores empregados em campanhas na qual ele participava.

Entre as marcas que retiraram os patrocínios de Júlio Cocielo estão a Coca Cola, Itaú Unibanco, Adidas e a Submarino.

Entenda o caso

Durante o jogo que acontecia entre a Argentina e a França na Copa do Mundo da Rússia (último dia 30/06), Cocielo usou o seu Twitter para publicar a seguinte mensagem sobre Kylian Mbappé:

“Mbappé conseguiria fazer uns arrastão top na praia hein”

racismo julio cocielo

PUBLICIDADE

Então a polêmica começou a ser comentada por diversos usuários da rede social, repercutindo em grande escala o caso, o que levou as marcas responsáveis por ações de marketing com Cocielo a se posicionarem contra o ato racista e também anunciar o fim das campanhas atuais e também o elo em campanhas futuras.

Em sua rede social o youtuber acabou se manifestando em defesa própria, citando que o tweet acabou sendo interpretado de maneira errada. Ele se desculpou pelo caso e também se desculpou por outras publicações racistas em seu microblog, que foram escavadas e recuperadas pelos usuários, reforçando a intenção de Cocielo.

Um dos tweets de Júlio publicado em 2013, citava: “gritei vai macaca pela janela e a vizinha negra bateu no portão de casa pra me dar bronca”.

No entendimento dos usuários e das marcas, esse “passado” acaba reforçando que a real intenção do tweet atual é realmente de cunho racista.

O que cada patrocinador manifestou sobre o caso?

A marca Adidas informou que a parceria com Júlio está suspensa. A empresa citou que a marca repudia todo e qualquer tipo de discriminação, determinando o fim da parceria com Cocielo.

Já o Itaú Unibanco informou que o vídeo para a Copa com participação de Cocielo foi exibido somente até o último dia 30 de junho. O banco ainda citou que o youtuber não faz mais parte das peças de comunicação da empresa em suas campanhas.

A Coca Cola citou que manifestações preconceituosas não são toleradas pela marca. Eles ainda citaram que atualmente não possuem ligação com Julio Cocielo, algo que ocorreu em 2016 e que não pretendem realizar parcerias futuras. Em uma nota a empresa citou que efetuou contratações pontuais, principalmente nos Jogos Olímpicos, mas que não conta com parcerias desde então.

A empresa Submarino informou que contratou o youtuber através de uma agência de publicidade, onde além de Cocielo também estavam outros influenciadores digitais. A empresa retirou toda a campanha do ar após a polêmica.

No Twitter do Submarino, a empresa citou que repudia veemente qualquer manifestação racista e que irá tomar as providências necessárias sobre o caso.

submarino caso cocielo

Pedido de desculpa publicado por Júlio Cocielo no Twitter

O pedido de desculpa que está atualmente na rede social do Youtuber é o seguinte:

“Bom, vamo lá! Hoje eu fiz um tweet sobre o Mbappé e a piada se referia a velocidade dele devido a um lance do jogo, nada além disso! O tweet foi interpretado de mil formas diferentes e gerou uma grande discussão. Decidi deletar pois nunca fui de entrar em polêmicas, mas já era tarde demais, tinha tomado uma proporção enorme… pegaram alguns comentários antigos, de uns 8 anos atrás, que eu já havia feito aqui no Twitter, tenho até vergonha! Cara, como eu falava m… Na época esses comentários infelizes tinham uma interpretação totalmente diferente de hoje, um momento delicado. Muitas vezes fui irônico, muitas vezes estava zoando amigos, muitas vezes só queria ser o engraçadão, e são coisas que eu nem lembrava ter escrito… De qualquer forma, não existe justificativa, isso fez eu me sentir muito mal só de imaginar ter sido uma pessoa escrota. Arrependido e aprendido! Lição pra vida! Nunca mais se repetirá! Peço desculpas publicamente por ter ofendido inúmeras pessoas, e como eu sempre digo: meu sonho sempre foi alegrar e motivar todos a acreditarem nos próprios sonhos. Magoar alguém nunca foi minha intenção, quem conhece minha história e convive comigo, sabe como eu sou, e que eu jamais agiria desta forma! Vivendo e aprendendo! Não vou entrar em nenhuma discussão, assumo meu erro! Desculpa!”

Para ver na íntegra, acesse: twitter.com/cocielo