Skip to content
PUBLICIDADE

Escândalo: Jornalista faz grave acusação contra a Globo pouco antes de morrer vítima da Covid-19

PUBLICIDADE

A Covid-19 continua fazendo milhares de vítimas diariamente em todo o Brasil que enfrenta o momento mais crítico da pandemia do novo coronavírus. Neste sábado faleceu em decorrência das complicações da Covid-19 um querido e renomado jornalista esportivo que fez história na TV Brasileira.

Trata-se do jornalista e locutor esportivo Paulo Stein , de 73 anos, ele estava internado no Hospital Estadual Anchieta, localizado no Caju, no Rio de Janeiro. Ele estava internado desde o último dia 24 de março e não resistiu a complicação causada pela covid-19.

Nesta última sexta-feira (26), Paulo iria receber a primeira dose da vacina contra a Covid-19, mas infelizmente não houve tempo.

PUBLICIDADE

Com mais de 50 anos de carreira, Paulo Stein, teve passagens marcantes como jornalista esportivo em vários veículos de imprensa, como por exemplo, jornais impressos, rádio e TV.

Paulo Stein ex-narrador do SporTV - Reproduo

PUBLICIDADE

Na televisão ele trabalhou na Bandeirantes, Rede Manchete, Record, TVE Brasil, ESPN, SporTV e no Premiere, estes dois últimos são canais esportivos do Grupo Globo.

No último mês de fevereiro de 2021, Paulo fez uma grave acusação contra o Grupo Globo, durante uma entrevista ao canal Só Esportes, que é transmitido em um canal no YouTube ele revelou que foi demitido por estar acima do peso.

“Na TV Globo, locutor e narrador não podem ser gordos, lá não pode. Você conhece algum? A razão pela qual eu fui demitido, ano passado, foi por causa disso”, afirmou.

PUBLICIDADE

A família do jornalista afirmou que ele será enterrado neste próximo domingo em uma cerimônia reservada apenas para a família.