Skip to content

Roma é mais uma a doar para Sean Cox, torcedor do Liverpool

Durante a última temporada, o torcedor do Liverpool Sean Cox foi agredido antes de partida válida contra a Roma pela UEFA Champions League. As consequências para o torcedor foram bastante graves.

PUBLICIDADE

Por conseguinte, amigos e familiares tiveram a ideia há algum tempo de criar uma vaquinha na internet, no site GoFoundMe. O homem de 53 anos já tem seus agressores sob os olhares das autoridades, sendo um italiano já preso.

Sean Cox sequer consegue ficar em pé sozinho. Ele tem dificuldades também para falar, se limitando a “sim”, “não” e a alguns gestos. Está fazendo tratamento em Dublin, no seu país.

A comoção chegou às pessoas envolvidas com futebol ainda em outubro, quando a vaquinha foi criada. O treinador do Liverpool, Jürgen Klopp, e o capitão do rival da cidade, Seamus Coleman, do Everton, contribuíram. Cada um doou 5 mil euros.

Ainda assim, a meta estava bastante distante. Os amigos e familiares almejavam conseguir pelo menos 2 milhões de euros. Pelo menos serviu para dar publicidade à causa e trazer à mídia.

Dessa vez, quem resolveu doar foi a própria equipe da Roma. Em seu Twitter, o clube italiano anunciou uma doação de 150 mil euros, alavancando a vaquinha. O presidente Jim Pallotta em pessoa comandou a ação.

PUBLICIDADE

Um total de 100 mil euros foram doados da própria fundação Roma. Os outros 50 mil foram doados pelo presidente Pallotta.

Agora, o montante acumulado já passa dos 400 mil euros. Se por um lado parece bastante (cerca de 1,2 milhões de reais), por outro ainda está 5 vezes menor do que o pretendido.