Skip to content

PSG ganha o oitavo jogo seguido, obtendo assim o melhor início de temporada da história da equipe

set 30, 2018

(Por Lance!) O PSG continua imbatível no Campeonato Francês. Neste sábado, 29 de setembro, o time se valeu de dois gols de Neymar para vencer o Nice, fora de casa, conquistando a vitória por 3 a 0.

Essa se constituiu na oitava vitória, dentro de um rol de oito partidas, o que assegura a equipe da capital francesa o melhor começo de temporada de toda a história da Ligue 1, proeza essa que não acontecia desde a temporada 1936/37, momento esse que foi atingido pelo Lille.

Pelo que transparece até agora, o PSG não encontrará oponentes à altura nessa competição. Com somente oito partidas realizadas, os jogadores guiados por Thomas Tuchel contabilizam 24 pontos e abrem uma diferença de nove pontos do segundo lugar, o Saint-Étienne. O Nice se encontra em 11º lugar, com somente dez pontos.

PUBLICIDADE

O técnico pôde usufruir do retorno de Mbappé, que passou três jogos suspensos no Campeonato Francês. Tendo a disponibilidade do jovem atleta, ele pôde propiciar descanso para Cavani, que ficou na reserva. Outra coisa nova foi na construção do esquema tático, contando com três zagueiros (Kehrer, Thiago Silva e Kimpembe) e Marquinhos atuando como volante. Nas alas, Nkunku e Diaby. No Nice, Balotelli restou como alternativa.

Os jogadores não aparentemente não estranharam esse novo esquema tático. A estratégia concedeu autonomia para os alas prosseguirem como pontas. Tanto Di María quanto Neymar operavam soltos, tendo Mbappé mais envolvido no comando de ataque.

O PSG conseguiu marcar o primeiríssimo gol aos 22 minutos do primeiro tempo. Nkunku elaborou uma posicionado bem na entrada da área. O jogador brasileiro havia marcado de novo no finalzinho do primeiro tempo, porém o juiz anulou o gol do menino Neymar.

PUBLICIDADE

O Nice retornou com Balotelli na direção do ataque, porém o atleta italiano não conseguiu encostar na bola antes que o PSG marcasse o segundo gol. Di María cavou a chance para Mbappé, que arrancou do goleiro. Durante a finalização, a zaga deu a cortada, todavia Nkunku conseguir pegar o rebote e guardou.

A coisa toda ficou ainda mais complicada para o Nice nos 14 minutos do segundo tempo, momento no qual Cyprien, que havia entrado em campo ainda já no primeiro tempo, terminou por levar o segundo cartão amarelo e tomou a expulsão. Tendo um jogador a mais em campo, o PSG levou vantagem e não teve dificuldades para obter diversas oportunidades de gol.

O goleiro Benítez começou a ganhar mais destaque e barrou Neymar em dois lances, efetuando defesas maravilhosas e impedindo que acontecesse uma goleada em sua própria casa. Durante os acréscimos, contudo, ele não foi capaz de fazer muita coisa no instante no qual Mbappé apareceu livre e mandou para Neymar só chutar rumo o gol.

Tuchel fala que tranquilidade na Ligue 1 não prejudica o desempenho do time na Liga dos Campeões

A disparidade em relação aos concorrentes foi tema da entrevista coletiva do treinador, que não acredita que a facilidade que o PSG encontra na competição seja prejudicial na Liga dos Campeões.

Segundo ele afirmou: “Nós temos nossos próprios limites e temos que estabelecer nossos parâmetros. Não é fácil vencer, vencer e vencer. Eu não concordo que a Ligue 1 seja um problema para nós. Já disse muitas vezes que, se você acha que as coisas são muito fáceis, pode ser porque nós as tornamos fáceis devido à qualidade de cada jogador. Só me lembro da situação de quando cheguei: um novo treinador, uma nova equipe, retornos atrasados por causa da Copa, a turnê na Ásia… Por tudo isso, é mais poderoso ter começado tão arduamente”