Skip to content

O bom desempenho do Egypts Ahly na Liga dos Campeões da África

(Ahram Online) O  time do Egypt’s Ahly está contente por ter empatado em 0 x 0 com o Horoya AC, da Guiné, na primeira partida dos quartos da Liga dos Campeões Africanos, devido às condições climáticas e falta de campo em Conakry, disse o técnico-assistente Mohamed Youssef.

PUBLICIDADE
Reprodução/ REUTERS/Amr Abdallah Dalsh

O Red Devils desperdiçou várias chances de marcar gols para um empate sem gols na sexta-feira, o que foi satisfatório para o clube.

“Jogamos bem, apesar das dificuldades que enfrentamos, como alta temperatura, umidade e as condições ruins do campo”, disse Youssef, assistente do treinador Patrice Carteron, após o jogo.

“Vamos nos preparar imediatamente para a segunda mão que devemos vencer”.

O vice-campeão do ano passado será o favorito para avançar para os quartos-de-final, quando receber o Horoya na segunda partida, no Estádio Al-Salam, no Cairo, no dia 22 de setembro, mas os guineenses ainda podem imaginar suas chances de causar uma grande surpresa e derrubar o poderoso Clube do Cairo.

Ahly está de olho em um nono título que se estende e é o primeiro desde 2013.

PUBLICIDADE

“Espero que nossos torcedores preencham o estádio na segunda partida para nos apoiar em nossa tentativa de recuperar a coroa da Liga dos Campeões”, acrescentou Youssef, que estava no comando do clube quando venceu o último de seus prêmios há cinco anos.

Ahly, do Egito, continuou sua marcha rumo ao nono triunfo na África do Sul, depois de ter demolido o Horoya AC, da Guiné, por 4 a 0, no estádio Al-Salam, no Cairo, para chegar à semifinal no sábado.

O extremo Walid Soliman roubou o espectáculo com uma exibição completa, marcando e dando duas assistências, enquanto Ahly, que empatou em 0-0 na primeira mão, marcou uma meia-final com ES Setif, da Argélia.

Soliman abriu o placar aos 33 minutos do segundo tempo, antes de marcar o gol de Eslam Mohareb, aos nove minutos do segundo tempo. O substituto Salah Mohsen marcou com seu primeiro toque após outra assistência de Soliman, antes que o lateral-direito Ahmed Fathi completasse a goleada a um minuto do final.

O recorde de Ahly enfrentará ES Setif, que eliminou o campeão Wydad Casablanca, do Marrocos, na sexta-feira, em uma semifinal de duas mãos, no próximo mês, em busca do primeiro troféu da Liga dos Campeões desde 2013.

O animado Soliman chegou perto de dar a liderança a Ahly nos 10 minutos e ele foi recompensado pelos seus esforços aos 33 minutos, aproveitando um chute de Ahmed Hamoudi e colocando-o a sete jardas, apesar de estar cercado por vários defensores.

No segundo tempo, Ahly, que começou o jogo sem vários jogadores importantes devido a lesão, incluindo o duelo defensivo Saad Samir e Mohamed Naguib e o meio-campista central Amr El-Sulaya, manteve o domínio e desperdiçou algumas chances fáceis.

O meia-atacante Eslam Mohareb dobrou sua vantagem aos 54 minutos do segundo tempo, com um chute baixo de Soliman, mandando os adeptos da casa em êxtase, já que a semifinal estava garantida.

Salah Mohsen marcou o terceiro gol aos 69 minutos, quando recebeu um chute longo de Soliman para acertar um chute que atingiu as mãos do goleiro e entrou.

O veterano defensor de Ahly, Fathi, colocou a cereja no topo do bolo com um chute desviado pouco antes do final.