Skip to content

Marcelo volta contra a Bélgica e Fernandinho é escalado

tite jogo contra belgica

O jogo do Brasil contra a Bélgica pelas quartas de finais da Copa do Mundo na Rússia acontece amanhã, dia 06 de julho, às 15 horas. E em uma coletiva de imprensa o atual técnico da Seleção comentou sobre diversos assuntos relacionados com o jogo, inclusive anunciando a volta de Marcelo, lateral esquerdo.

PUBLICIDADE

Outro que será novidade no time que se inicia contra a Bélgica é Fernandinho, que entrará no lugar de Casemiro, suspenso com seu segundo cartão amarelo no jogo contra o México, pelas oitavas de finais.

Escalação Brasil x Bélgica

A formação escolhida por Tite para enfrentar a Bélgica é a seguinte:

  • Alisson
  • Fagner
  • Thiago Silva
  • Miranda
  • Marcelo
  • Fernandinho
  • Paulinho
  • Coutinho
  • Willian
  • Neymar
  • Gabriel Jesus.

O jogo acontece em Kazan e a equipe já se encontra na cidade realizando seus treinamentos. Marcelo volta após a recuperação de um espasmo na coluna. Filipe Luís teve uma ótima atuação nos jogos da Sérvia e do México, mas ao menos no primeiro tempo da partida, estará no banco de reservas.

Tite diz ter conversado com Filipe Luís e Marcelo

Após uma conversa com os jogadores, ele informou na coletiva de imprensa que Marcelo saiu por um problema clínico e só não participou do último jogo por conta da extensão do problema físico. Caso fosse liberado a sua volta, ele só poderia jogar algo entre um tempo e um tempo e meio, e a melhor solução foi poupa-lo, para que entre neste contra a Bélgica.

Filipe Luís foi excelente nas duas partidas e a vaga é de competência dos dois, mas por critérios técnicos, Marcelo inicia a partida jogando.

PUBLICIDADE

O poder Belga

Até o momento a Bélgica conta com nada menos do que o melhor ataque da Copa do Mundo na Rússia. Foram marcados 12 gols em 4 partidas e a equipe chega as quartas enfrentando o Brasil totalmente motivada, após uma virada histórica sobre o Japão que ganhava por 2×0.

A Bélgica está com 100% de aproveitamento na Copa, o que faz com que toda a comissão técnica brasileira fique em alerta. O técnico disse na entrevista que é de se esperar um grande e emocionante jogo por estas quartas de finais.

Além disso ele também falou sobre o poder criativo da equipe Belga, que é de muita qualidade. As duas equipes priorizam o futebol “bonito”, porém ambas contam com outras características. A Bélgica possui um grande técnico, um ótimo aproveitamento e jogadores de ótima qualidade.

Ele termina o pensamento enfatizando novamente que será um grande jogo.

A área ofensiva do Brasil, análise do adversário e Neymar

Em outros pontos da entrevista, Tite fala sobre a área ofensiva brasileira, onde a característica de cada atleta emprega na equipe uma grande criatividade. Essa criatividade resulta em jogadas que poderão ser finalizadas em gol.

A nossa seleção tem um contra ataque muito forte e com pressão, a velocidade dos jogadores acaba resultando em uma transição rápida e o último terço do campo sabe driblar. Tanto Neymar, Gabriel Jesus, Douglas, Coutinho, Willian e Taisson contam com características marcantes, importantíssimas para que ocorram as finalizações. O técnico apenas trabalha para organizar a equipe sem bola, já todo o drible, finta e a magia fica por conta dos jogadores.

Tite ainda disse que não sabe tudo o que a Bélgica tem a oferecer em campo. Ele está procurando manter o crescimento dos competidores na competição e saber que tem feito o máximo para trazer a vitória para a Seleção, porém se o Brasil será superior a Bélgica, será uma situação do jogo. Ele relatou que em muitos dos jogos que vencia como destaque da partida, quando deitava na cama para dormir, acabava pensando que era capaz de jogar mais do que aquilo. O que ele quer passar para os jogadores é exatamente isso, que a autocrítica pode elevar o desempenho ao máximo.

Nos últimos jogos, os atletas entraram em campo e apresentaram um bom futebol, porém enfatizou que não sabe se é suficiente para vencer, pois do outro lado há uma equipe com muita qualidade técnica.

E como não poderia ser diferente, houve uma conversa sobre Neymar, Tite informou que não precisa ser muito capacitado para saber que o atacante teria o seu desenvolvimento de forma positiva. O trabalho do jogador foi acompanhado pelo técnico e também pelos doutores Ricardo e Rafael, que foram responsáveis por avaliar as lesões de Neymar. Tite disse que ele acabou se privando de diversas coisas para poder investir totalmente nesta evolução, sendo nitidamente sentida na sequência de jogos.

Ele evoluiu em campo porque é um jogador de excelência. Tite ainda disse que agrada muito o atacante estar em altíssimo nível de novo, realizando o trabalho com bola, dribles também ações em transições defensivas, beneficiando todo o conjunto.

A retomada de bola, ocupação de espaços, desarme e outras características que não são típicas dele, vem sendo praticada pelo jogador através do senso de equipe que ele próprio está desenvolvendo nas últimas partidas.