Skip to content

Juventus ganha do Frosinone por 2 a 0, mantendo a equipe invicta no Campeonato Italiano

A vitória do time da Juventus em cima do Frosinone por 2 a 0, no sábado, no estádio Benito Stirpe, aconteceu na base da perseverança. O time do técnico Massimiliano Allegri botou a maior pressão desde o comecinho do jogo, porém não estava sendo capaz de ultrapassar e vencer a retranca da equipe dona da casa, que até bolaram alguns contra-ataques bacanas no primeiro tempo, todavia começaram a focar sua energia somente em se defender na fase final.

PUBLICIDADE
Reprodução/Ciro de Luca-Reuters

A despeito dos empecilhos para encontrar uma brechinha no bloqueio da defesa, a Juventus manteve a enorme paciência e continuou pressionando até o final do jogo – e terminou sendo contemplada aos 35 minutos, quando o talento Cristiano Ronaldo abriu o placar. Aos 47 minutos, Bernardeschi aumentou a diferença, incrementando ainda mais a felicidade do time. Isolada na liderança, contabilizando 15 pontos, o time continua com 100% de aproveitamento no Campeonato Italiano.

A Juventus começou a partida já assumindo o controle da disputa. Apresentando a maior posse de bola, o time procurava elaborar as jogadas sobretudo pelas laterais do campo, com boa atuação dos laterais Alex Sandro e Cuadrado. O Frosinone, por outro lado, cavava chances de tentar surpreender a Velha Senhora nos contra-ataques, contudo não foi capaz de botar medo nos oponentes.

Foi a Juventus que obteve as melhores oportunidades na partida, sobretudo com Cristiano Ronaldo. A primeira aconteceu já nos 6 minutos, assim que Mandzukic recebeu cruzamento de Cuadrado e bateu de cabeça. Cristiano ficou com o resto e mandou para o gol, porém o goleiro Sportiello meteu um tabefe na bola e a defesa da equipe do Frosinone cortou por um triz quase em cima da linha.

Aos 19 minutos, outra vez depois de um cruzamento de Cuadrado, a defesa fez um corte e a sobra ficou nos pés de CR7, que mandou ver no canto direito de Sportiello, contudo o goleiro adversário estava atento e se jogou para realizar a defesa.

Na última parte, a partida uma espécie de tom da caçada. A Juventus permaneceu botando ainda pressão no Frosinone, que praticamente abandonou as tentativas de contra-ataque para se concentrar em não tomar gol dos visitantes.

PUBLICIDADE

O time da casa conseguiu cumprir esse propósito até os 35 minutos do segundo tempo, quando Pjanic resolveu se arriscar de dentro da área, CR7 aproveitou a deixa e, com a perna esquerda, marcou o gol.

Depois de abrir o marcador, a Juventus ficou mais tranquila e conseguiu desarmar a retranca do Frosinone, tanto é que, aos 47 minutos, Cristiano Ronaldo esquematizou contra-ataque e tenta tocar para Pjanic, a defesa busca cortar, todavia a bola fica com o camisa Pjanic – depois de uma mancada da defesa, que tomou fôlego e fez o cruzamento para Bernardeschi limpar o placar, fazer o gol e fechar o marcador para o time da Juventus.

Super ativo e sedento por gols, CR7 foi o atleta que mais fez finalizações durante partida: ao total, foram cinco chances. As melhores oportunidades da Juventus na partida se originaram dos pés do português, que procurou a todo instante se redimir da saída precoce por causa da expulsão na partida com o Valencia, na estreia da Juventus na Liga dos Campeões, na quarta.

Líder isolada, a Juventus volta a campo nesta quarta para encarar o Chievo, em casa, às 16h (de Brasília). Já o Frosinone, lanterna da competição, visita a Roma, também na quarta, às 16h (de Brasília).