Skip to content

3 coisas que Avatar: a Lenda de Aang tem que muitas séries “para adultos” não têm

Se você já assistiu o desenho Avatar: a Lenda de Aang, vai lembrar de como os roteiristas se superaram nesta obra de arte. Ao contrário de muitas outras séries “para adultos” por aí, o desenho tem elementos essenciais a qualquer narrativa.

PUBLICIDADE

Vamos a alguns deles!

1 – A história avança, sem “episódios-tampão”

 Não se pode negar que os primeiros episódios são meio parados, até mesmo lentos. Mas isso é necessário para construir as bases de qualquer série, apresentando os personagens e o enredo básico.

PUBLICIDADE

Contudo, a partir daí, a história tem um crescimento constante, com cada episódio parecendo melhor do que o último. É claro que isso estimula você a avançar para os próximos episódios.

Outro elemento importante é que não há “episódios-tampão”, isto é, apenas para encher linguiça. Mesmo os episódios mais leves, que aparentemente não tem um papel importante, são retomados mais pra frente.

PUBLICIDADE

Assim, o espectador é convencido de que a história progride, melhor a cada episódio e não pode perder nenhum capítulo. Ao acabar, ficamos até com gostinho de “quero mais”…

2 – O desenvolvimento dos personagens é importante

 O desenho faz questão de não largar arcos dos personagens, desenvolvendo suas personalidades e suas histórias. O exemplo mais óbvio parece ser do Príncipe Zuko, o anti-herói que muda bastante no correr da série.

No início, ele é apenas um rapaz raivoso desesperadamente atrás de capturar o Avatar, o que traria de volta a sua honra perdida. Mais pro fim, Zuko acaba se voltando contra o seu pai, o Senhor do Fogo, e ajuda trazer de volta a paz.

O seu tio, Iroh, também tem um arco impressionante, passando de um aspirante a Senhor do Fogo a um libertador do povo da terra, e sua cidade Ba Sing Se, dos soldados da Nação do Fogo.

E esses são só os exemplos mais notáveis!

3 – Música boa

 Outro elemento importantíssimo na hora de contar histórias é, sem dúvida, a música.

A trilha sonora de Avatar sem dúvida é uma de peso, desde o tema da abertura até as músicas associadas a cada personagem (com destaque para de Azula).

E como esquecer o sucesso de “Túnel Secreto”?