Educação

ENEM 2018: descubra como consultar o seu local de prova

0

O Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (conhecido sob a sigla INEP)  já realizou a divulgação do Cartão de Confirmação da Inscrição do Enem (Exame Nacional do Ensino Médio) para esse ano de 2018.

Para poder realizar a consulta a fim de descobrir qual será o seu local de realização da prova, o candidato precisa efetuar o acesso à Página do Participante.

Além de informar quais serão os  respectivos locais de prova, o cartão também possui informações a respeito de datas e horários, opção de língua estrangeira selecionada e recursos de acessibilidade requeridos pelos inscritos. A prova irá acontecer neste domingo, dia 4 de novembro, e no próximo domingo, dia 11 de novembro.

Não é obrigatório levar consigo o cartão impresso para o dia e local da prova. Tudo o que o candidato precisa basta é apresentar um documento oficial com foto e uma caneta esferográfica de tubo transparente na cor preta. 

Mais sobre o ENEM 2018: 6 potenciais temas para a redação do ENEM 2018

A redação do Enem (Exame Nacional do Ensino Médio) é dotada de um formato bem complexo. Em primeiro lugar, é necessário elaborar uma tese para uma dada situação. O próximo passo é construir toda uma argumentação defendendo uma determinada visão sobre o assunto. No final, é preciso fazer uma proposta para solucionar o problema em questão. Tudo isso sob uma perfeita coesão e coerência.

Um ponto extremamente importante que todo candidato deve lembrar é o seguinte: o mais profundo e verdadeiro respeito aos direitos humanos. Quem não cumprir esse quesito poder  mesmo perder até 200 dos 1.000 pontos que podem ser feitos na redação.

De acordo com o manual de redação do Inep (entidade responsável pela organização do Enem), um dos cinco elementos que vão ser avaliados no texto é a habilidade de montar uma proposta de solução para o problema citado que sempre tenha em consideração o respeito aos direitos humanos.

Até a edição do exame em 2016, aqueles que ferissem os direitos humanos teria a nota da redação completamente zerada. No ano passado, 2017, após uma decisão do Supremo Tribunal Federal (STF) foi suprimido esse item entre os critérios de avaliação que primavam pela anulação da prova.

Os temas possíveis para a redação podem ser os mais variados. Normalmente, esses temas são ligados a assuntos que tiveram grande repercussão no ano ou no ano anterior ou ainda que fazem alusão a questões complexas e importantes para a sociedade brasileira.

  • Os desafios da educação básica no Brasil

A reforma do ensino médio tornou-se uma pauta de intensos debates a partir da discussão da nova Base Nacional Comum Curricular. 

  • O déficit habitacional, ou seja, de moradias

A carência de moradias e de políticas públicas para resolver ou ao menos suavizar o problema é um assunto que tomou corpo depois da queda de um prédio de sem-teto no centro da cidade de São Paulo no mês de maio deste ano.

  • A crise carcerária

O Brasil é um país que possui a 3ª maior população carcerária de todo o e as autoridades ainda não foram capaz de conter a ação das facções criminosas que atuam de dentro das cadeias

  • Os desafios da terceira idade

A população idosa no Brasil aumenta em quantidade e expectativa de vida. A falta de políticas públicas para realizar a absorção das pessoas mais velhas ao mercado de trabalho e a nova e controversa reforma da Previdência fazem parte dos debates do momento

  • As brigas de torcidas de futebol

A rivalidade e os conflitos entre as torcidas dos times de futebol pode ser uma maneira de a redação fazer uma comparação com o atual momento político do país, no qual as diferenças partidárias e ideológicas tem se acirrado bastante, chegando a culminar em enfrentamentos e ataques.

  • Fake news

A disseminação de fake news nas redes sociais e aplicativos de mensagens pode demandar do candidato um posicionamento a respeito do limite da liberdade de expressão. 

Danieli Mennitti
Possuo graduação e mestrado em História pela UNESP. Faço parte da equipe de redação do portal Resumo. Além de professora e historiadora, sou redatora web freelancer/autônoma. Interesso-me e escrevo sobre os mais variados assuntos.

You may also like

Comments

Leave a reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

More in Educação