Skip to content

Rússia é o primeiro país do mundo a registrar vacina contra Covid, anuncia Putin

Nesta terça-feira (11), o presidente da Rússia, Vladimir Putin, anunciou ao mundo que o país acaba de se tornar o primeiro do planeta a registrar uma vacina contra o novo coronavírus.

PUBLICIDADE

Acontece que, até o momento, não foram divulgados dados ou estudos acerca da eficiência ou mesmo segurança do fármaco, o que ocasiona uma série de questionamentos da comunidade científica internacional.

Corrida

Em 31 de julho, a Organização Mundial da Saúde (OMS), em atualização sobre o desenvolvimento das vacinas no mundo, declarou que a candidata russa ainda estava na primeira fase de testes, no qual se averiguam efeitos colaterais.

O método científico consagrado, contudo, exige ao menos 3 etapas completas antes da veiculação de qualquer vacina no mercado.

Apesar de conceder que não precisa aprovar a vacina para a Rússia registrá-la, a OMS declarou que deve ter acesso a dados da pesquisa clínica para apurar a eficácia e a segurança da vacina.

PUBLICIDADE

Números dessa mesma organização indicam que 165 vacinas contra Covid-19 estão sendo desenvolvidos ao redor do globo, sendo que apenas 5 destas estão na fase final de testes em humanos.

Com certo orgulho nostálgico soviético, a vacina foi nomeada de Sputnik V, em referência ao satélite Sputnik I, o primeiro a ser lançado em órbita na história, no contexto da Guerra Fria, em 1957.

O mesmo orgulho não ficou refletido na iniciativa científica em torno da vacina. Isso porque não foi publicado qualquer estudo ou dado científico acerca dos testes realizados com o medicamento.

O mundo deverá confiar na palavra de Putin, segundo o qual a vacina russa passou em todos os testes e é eficaz na produção de uma imunidade estável contra a Covid-19.

A Rússia brasileira

Em 24 de julho, o governo do Estado do Paraná anunciou que preparava uma parceria com a Rússia para a produção da vacina.

O embaixador russo no Brasil, Sergey Akopov, reuniu-se com o chefe da Casa Civil em Paraná, Guto Silva, para desenhar os detalhes da aliança. O próximo passo será uma reunião com o governador Carlos Massa Ratinho Júnior.