Skip to content

Saiu a lista da 2ª chamada do ProUni 2018

Acabou de sair, agora na parte da manhã, segunda-feira, dia 16 de julho, a lista de candidatos aprovados na 2ª chamada do Programa Universidade para Todos, o ProUni, para o segundo semestre de 2018.

PUBLICIDADE

A lista pode ser conferida no próprio site do referido programa.

Há duas maneiras distintas e possíveis de conseguir acessar os resultados:

  • Através da digitação do número de inscrição e senha no Enem 2017;
  • Efetuando o filtro pelo nome da instituição, curso ou campus.

Os candidatos que foram selecionados precisam fazer a comprovação das informações das inscrições essa segunda-feira até o dia 23 de julho. A partir da data de 30 de julho, os candidatos podem aderir à lista de espera do programa.

PUBLICIDADE

Neste semestre são oferecidas cerca de 174.289 bolsas de estudo, entre bolsas totais e parciais, distribuídas  em 1460 instituições de ensino superior. O Ministério da Educação ainda não disse quantas delas já foram preenchidas.

Calendário do ProUni 2018

  • Comprovação de informações dos candidatos aprovados na segunda chamada: 16 a 23 de julho.
  • Prazo para participação na lista de espera: 30 e 31 de julho
  • Divulgação da lista de espera: 2 de agosto

Como funciona o ProUni? 

Para poder concorrer a uma bolsa do ProUni, o candidato precisa participar do Enem, na edição imediatamente anterior ao processo seletivo do ProUni que ele irá concorrer, e conseguir a nota mínima exigida nessa prova, determinada pelo MEC.

PUBLICIDADE

Precisa, igualmente, possuir renda familiar de até 3 salários mínimos por pessoa e também se enquadrar em uma das condições dispostas abaixo:

  • Ter estudado o ensino médio completo em escola da rede pública de ensino ou em escola privada com bolsa integral da instituição;
  • Ter estudo o ensino médio parcialmente em escola da rede pública e parcialmente em escola da rede privada, com bolsa integral da instituição;
  • Ser pessoa com deficiência;
  • Atuar como professor da rede pública de ensino básico, em efetivo exercício, compondo o quadro permanente da instituição, e estar concorrendo a vaga em curso de licenciatura, pedagogia ou normal superior. Nesse caso, a renda familiar per capita não é considerada.

A seleção para a obtenção da bolsa de estudos ocorre em três etapas:

  • inscrição e pré-seleção pelo MEC: o candidato seleciona a modalidade de bolsa que deseja e até 5 opções de instituições de ensino superior, cursos, habilitações ou turnos dentre as que estiverem disponíveis, de acordo com a renda familiar por pessoa e sua conformidade aos critérios do programa. Em seguida, o sistema do ProUni elabora a classificação dos estudantes, de acordo com as opções escolhidas e a classificação do Enem.
  • Apuração das informações prestadas pelo candidato pelas instituições de ensino superior: os candidatos aprovados precisam comparecer às instituições de ensino portando os documentos que comprovem as informações prestadas em sua ficha de inscrição, de acordo com portaria do MEC que regulamenta cada processo seletivo.
  • Seleção feita pelas instituições: os candidatos poderão ser encaminhados para eventuais processos seletivos próprios, realizados pelas respectivas instituições. Caso sejam aprovados, são então inseridos no programa mediante a emissão do correspondente Termo de Concessão de Bolsa.

Se o candidato for reprovado em qualquer das etapas enunciadas acima isso resultará na pré-seleção em segunda chamada do candidato seguinte na listagem de classificação.