Skip to content

Canudos plásticos: como eles se tornaram um problema

canudos plásticos cores

Há muito, muito tempo atrás surgiram os famigerados canudos plásticos, que até então haviam se tornado uma ferramenta muito útil para as pessoas, sobretudo aquelas que frequentam restaurantes e lanchonetes.

PUBLICIDADE

Um número gigantesco de pessoas já utilizou um canudinho em algum momento de sua vida. As pessoas não costumam utilizá-lo em suas casas, mas somente em estabelecimentos comerciais do ramo alimentício.

O tempo de vida útil de um canudo plástico é de poucos minutos, apenas o tempo que uma pessoa leva para tomar a sua bebida. Passado esse tempo, ele será jogado fora e é aí que mora o problema.

A esmagadora maioria dos canudinhos não são usualmente biodegradáveis, ou seja, eles não se decompõem de forma mais ecológica e natural. Isso significa que eles levam literalmente séculos para se decompor e com isso deixam resíduos no meio ambiente.

Começou uma enorme conscientização nas redes sociais a respeito dos terríveis danos ocasionados por um pequeno instrumento que na verdade é completamente dispensável, com exceção de pessoas doentes que estejam apresentando dificuldade de beber.

Inúmeras campanhas eclodiram na Internet, no Brasil e no mundo, conscientizando e mobilizando as pessoas, incentivando-as a não usarem os canudos plásticos.

PUBLICIDADE

Entendendo os malefícios causados pelos canudos plásticos

Os canudos plásticos tem sido apontados como grandes poluidores do meio ambiente.

O grande x do problema é que o polipropileno e o poliestireno, que por sua vez são os dois materiais que são utilizados na confecção do canudo. E esses dois materiais não são biodegradáveis. Eles levam algo em torno de 200 anos para poder se decompor.

Quando eles são jogados fora, a tendência é permanecer no ambiente, se desfazendo em pedaços de tamanho menor, pedaços estes que acabam sendo engolidos por animais e prejudicando os mesmos. Isso ocorre inclusive nos oceanos, atingindo os animais marinhos.

Quando surgiram os canudos?

Não se conhece uma época precisa na qual tenha surgido o canudo, mas de acordo com alguns estudos, eles teriam surgido na Mesopotâmia e eram feitos de ouro.

Os canudos modernos eram inicialmente feito de papel, cuja patente de invenção era de Marvin Ston, um americano, em 1888.

Mas como o canudinho se transformou em um problema ecológico a partir da década de 1950, momento a partir do qual eles começaram a ser fabricados com plástico.

Medidas para combater o uso de canudos plásticos

No Brasil, a cidade do Rio de Janeiro, capital carioca, pode se transformar na primeira cidade do país a proibir a sua utilização. A lei ainda necessita receber a aprovação do atual prefeito,  Marcelo Crivella. Quem não cumprir a lei, poderá arcar com uma multa de até R$ 3 mil.

Uma medida parecida está tramitando na Câmara Municipal da capital paulista. O autor do projeto de lei é o vereador Reginaldo Tripoli, do PV. O projeto também procura eliminar o uso dos canudos plásticos nos estabelecimentos comerciais do município.

No que se refere a Europa, mais especificamente na Espanha, um grupo de amigos construiu um canudo que é comestível, biodegradável e também reciclável.

Os canudos plásticos correspondem a 4% de todo o lixo plástico produzido a nível global e se apresentam como uma questão desafiadora para os países.