Sociedade

Galpão Cultural de Assis, no interior de São Paulo, é alvo de ataque com bomba

0

Reprodução/Assiscity

Ontem, terça-feira, dia 23 de outubro, o Galpão Cultural sofreu um ataque explosivo. O local fica situada na cidade de Assis, no interior do estado de São Paulo.

Reprodução/Assiscity

O fato aconteceu por volta das 21h30 minutos, pouco tempo depois do encerramento da aula do grupo intitulado Capoeira Angola. O explosivo foi lançado na direção do prédio onde funciona o Galpão Cultural e acabou caindo na calçada, felizmente sem deixar nenhum ferido.

De acordo com o professor Márcio Blanca, ele acredita que o ataque tenha sido impulsionado por razões políticas, uma vez que o seu veículo possui o adesivo do candidato à presidência pelo PT Fernando Haddad e da vice Manuela D’Ávila.

“Pessoas em um carro, ainda sem identificação, jogaram uma bomba em direção ao espaço, que explodiu na calçada. Ninguém foi atingido, mas ficamos feridos pelo discurso de ódio que toma conta da sociedade brasileira e ataca o estado democrático. Não nos calemos diante das ameaças de dedos e bombas. Espero que os amigos que travei diálogos acerca de suas posições políticas repensem seus votos, pois estamos entrando, sem dúvidas, num estado de medo e de sombras”, declarou Márcio Blanca.

Ainda de acordo com Blanca, o grupo está fazendo uma verdadeira procura por imagens de câmeras de segurança que possam ter eventualmente ter feito algum flagra do ocorrido ou possam fornecer qualquer pista sobre quem cometeu o atentado.

“Nesse contexto que estamos vivendo, não tenho como pensar em outra coisa. Apesar disso, não queremos acusar ninguém e estamos buscando as imagens de câmeras de segurança das redondezas para tentarmos identificar os responsáveis. Não consigo dimensionar o tamanho do explosivo, mas é de um calibre considerável, já que o barulho e o volume de fumaça foram muito grandes. Felizmente ninguém ficou ferido e também não houve danos aos veículos, nem à estrutura do prédio”, completou.

A Polícia Militar já foi devidamente acionada. Contudo, como não foi possível identificar os responsáveis pelo ataque e não houve nenhuma vítima, o fato não foi registrado na Polícia Civil.

Danieli Mennitti
Possuo graduação e mestrado em História pela UNESP. Faço parte da equipe de redação do portal Resumo. Além de professora e historiadora, sou redatora web freelancer/autônoma. Interesso-me e escrevo sobre os mais variados assuntos.

You may also like

Comments

Leave a reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

More in Sociedade