Politica

Secretário do Brexit e seu subsecretário renunciam ao cargo no Reino Unido

0
david davis brexit

O secretário britânico do Brexit, David Davis, o encarregado-chefe das negociações do Reino Unido com a União Europeia renunciou ao cargo agora neste domingo, dia 8 de julho.

A nível de lembrete e esclarecimento, vale dizer que David Davis foi o ministro britânico responsável pela saída do Reino Unido da União Europeia.

Em uma carta direcionada para a primeira-ministra Theresa May, o agora ex-secretário teceu críticas as atitudes incorporadas pelo governo britânico nos diálogos com o bloco europeu.

Ainda nessa mesma carta, Davis afirma que o modo como a política tem sido conduzida nesse assunto iria deixar o Reino Unido, na “melhor” das hipóteses, em uma situação bastante delicada e complicada nas negociações.

Essa demissão do ministro acontece alguns dias depois de Theresa May  ter assegurado o apoio do Gabinete para os seus planos de saída da União Europeia. A despeito disso, algumas pessoas favoráveis ao Brexit disseram a a proposição feita por May evidenciava uma saída muito “suave”. Algumas pessoas julgaram a ação de Davis correta e corajosa.

Além de Davis tem renunciado, o seu subsecretário, Steve Baker, pertencente ao mesmo ministério, fez o mesmo, de acordo com o jornal “Telegraph”.

David Davis, que é um eurocético cuja nomeação ocorreu há dois anos para comandar , o recém-criado Departamento para a Saída da União Europeia, já havia ameaçado renunciar em outras ocasiões, por causa do posicionamento de May nas negociações ligadas ao Brexit.

O processo de negociação do Brexit e a delicada posição de Theresa May

Na sexta-feira, dia 6 de julho desse ano, o governo britânico havia firmado um acordo a respeito do futuro relacionamento do país com a União Europeia.

Nesse acordo, consta a criação de um mercado comum, coisa que havia sido duramente criticada por Davis, que considera a medida uma ação de caráter entreguista, dizendo que isso deixaria o controle da economia do Reino Unido à mercê dos interesses da União Europeia.

Essa proposta faria com que o Reino Unido estreitasse mais os laços econômicos com Bruxelas, através da criação dessa zona de livre comércio.

Em resposta a essa crítica, May afirmou que a existência de um mercado comum significará, pelo contrário, não uma perda de poder do Reino Unido, mas justamente um retorno desses poderes, até então concentrados em Bruxelas, de volta para o Reino Unido.

A premier Theresa May, após sofrer esse duro golpe, procurou rapidamente nomear um sucessor para o cargo deixado por David Davis, a fim de conseguir progredir com a proposta derradeira de acordo com o bloco, que por sua vez será devidamente publicada esta semana naquilo que se chama de “documento branco”.

Quem ocupa o lugar do agora ex-secretário do Brexit é um deputado conservador eurocético chamado Dominic Raab, que até o presente momento era secretário de Estado para o Brexit.

A partir de agora, Raab vai ocupar o cargo titular nesse ministério, substituindo então o ministro Davis. Dominic Raab tem 44 anos de idade, é parlamentar desde o ano de 2010. Além disso, Raab efetuou uma intensa campanha favorável a saída da União Europeia no famigerado referendo de 2016.

A nomeação de Raab recebeu a aprovação da própria rainha Elizabeth II.

Danieli Mennitti
Possuo graduação e mestrado em História pela UNESP. Faço parte da equipe de redação do portal Resumo. Além de professora e historiadora, sou redatora web freelancer/autônoma. Interesso-me e escrevo sobre os mais variados assuntos.

You may also like

Comments

Leave a reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

More in Politica