Skip to content
PUBLICIDADE

Caso Henry: pai do menino toma medida desesperada em nome de Justiça

PUBLICIDADE

As investigações acerca da morte do menino Henry se aproximam de um mês de duração e, até aqui, a polícia ainda não sinalizou o fim do inquérito. Os investigadores avançam, mas a dor pela perda do menino continua sobre a família, em particular o pai.

Leniel Borel foi quem registrou o boletim de ocorrência para que a morte da criança fosse investigada. No Instagram, ele mantém uma página em homenagem ao filho, compartilhando momentos de intimidade e pedindo Justiça.

Agora, o engenheiro decidiu tomar uma decisão mais incisiva para pedir por Justiça. Leniel já revelou, em entrevistas, que suspeita que o vereador Jairinho tenha sido responsável pela morte da criança. Jairinho é namorado da mãe de Henry e estava com mãe e filho no apartamento, na noite em que o menino morreu.

PUBLICIDADE

Pelo Instagram, Leniel convocou uma carreata por Justiça, em nome do filho. O engenheiro convocou pessoas que tenham se comovido com o caso, a se unir a ele na tarde de hoje (05). A ideia é partir da prefeitura da Barra, no Rio de Janeiro.

PUBLICIDADE

Na semana passada, a defesa do engenheiro se manifestou afirmando que Leniel deseja ser ouvido novamente pela polícia. Ele revela ter novas informações que podem ser relevantes ao caso.

Leniel passou o fim de semana com o menino Henry e o devolveu para a mãe na noite de domingo (07). Henry morreu na madrugada daquela segunda-feira. A necropsia do IML aponta lesões incompatíveis com a versão de acidente doméstico, apresentada pela mãe.

Via: noticias.uol.com.br

PUBLICIDADE