Skip to content
PUBLICIDADE

Caso Henry: mesmo depois da morte da criança, Jairinho não deixou de ir em festa de aniversário que aconteceu horas depois

PUBLICIDADE

A ex-mulher do vereador Jairo Souza, mais conhecido como Dr. Jairinho, foi convocada para prestar depoimento. Jairinho está sendo acusado de ter matado o menino Henry Borel, de apenas 4 anos de idade.

Ana Carolina Netto, contou que encontrou com Jairinho, horas após do assassinato do menino ter acontecido. Os dois se encontraram em uma festa de aniversário. A festa ocorreu em Bangu, sendo da ex-cunhada de Ana.

A nutricionista afirmou que soube da morte através do motorista de Jairinho, mas que não foram fornecidas muitas explicações. O motorista tinha ido ao escritório de Ana, buscar contas dos filhos dela e do vereador.

PUBLICIDADE

No mesmo dia, durante o período da noite, a nutricionista levou os seus filhos para a festa de aniversário da ex-cunhada. No local, encontrou com Jairinho. Ela contou que estava um clima pesado no local e que o vereador passou a maior parte do tempo, dentro do quarto, conversando com o pai, o coronel Jairo.

Investigadores afirmam que provavelmente Jairinho já estava conversando com o pai sobre uma possível defesa. E na ocasião, o pai teria recomendado o mesmo advogado que o defende no caso da lava jato, André França.

PUBLICIDADE

Ana Carolina, durante a festa, chegou a conversar com Jairinho que repetiu a versão de que Monique teria encontrado Henry desacordado e com os olhos revirados. Com isso, os dois o teriam encaminhado para o hospital. Ela ainda ressaltou que ele não quis dar muitos detalhes sobre o caso.

A ex-mulher de Jairinho chegou a denunciar ele após agressões ocorridas contra ela no ano de 2013, mas retirou às queixas.

Via: odia.ig.com.br

PUBLICIDADE