A travessia

Resumo do Livro: A travessia (William P. Young)a travessia

Para Anthony Spencer não importava o inverno rigoroso que fazia em Portland, pois para ele era uma chateação e a primavera não ficava atrás.

Ele recostou na cadeira com seu copo de uísque e na frente da tela do computador poderia ver e monitorar todas as suas propriedades.

A sua relação com as pessoas era por interesse, buscava oportunidades e sua atitude extrovertida era para obter informações que pudessem ser valiosas para o sucesso de seus empreendimentos.

Tony tinha uma boa genética, 1,80m de altura e em seus 40 e poucos anos alguns cabelos grisalhos nas têmporas. Para padrões usuais, ele era rico, bem-sucedido e muito bom partido. Um tanto mulherengo.

Ele havia se casado duas vezes com Loree e deste casamento foi gerado um casal de filhos, Gabriel e Ângela. Porém essa separação destruiu a auto estima de Loree, deixando ela sem nada e em frangalhos. E Tony pagou o preço de perder a filha no processo. Gabriel falece quando criança e isso deixa Tony amargurado e rancoroso com a vida, com todos e principalmente com Deus.

Sendo um multimilionário, bem sucedido, donos de muitas propriedades, Tony era solitário e começou a ter a paranoia de ser. As frequentes dores de cabeça o atormentavam e até que em uma manhã, sentiu que sua enxaqueca estava diferente, pois além das dores vieram rigidez em seu pescoço, enjoôs, visão embaçada e como não conseguia ligar para ninguém desceu até a garagem onde caiu e foi encontrado por uma mulher que ligou para a emergência e ao chegar no hospital foi constatado uma hemorragia cerebral e com esse Tony trauma entrou em coma.

Ao acordar, Tony se vê em um lugar fora do normal, e este lugar era ele, a paisagem que via era de muita tristeza, depressão, um lugar com muralhas que construiu ao longo de sua vida.

Neste lugar conheceu pessoas especiais e também se deparou com o seu “Eu” que era simplesmente horrível, mas Tony teve a chance de voltar, ter uma segunda chance e o poder de curar uma pessoa.

Quando volta à Terra, ele vê o mundo através dos olhos das pessoas e consegue comunicar-se com elas. Este é o começo da mudança, de se tornar uma pessoa melhor, de perdoar e ser perdoado e principalmente escolher há quem curar.

Dentre muitos acontecimentos, Tony conhece a verdadeira amizade e o poder do amor.

Quando Tony retorna a Terra, ele vê o mundo através dos olhos de Cabby.  Um menino especial, porém esperto e inteligente e de tão sensível percebe a presença de Tony e logo começam a trocar palavras. Cabby vai a vários lugares e Tony o acompanha sem saber como sair de dentro da cabeça daquele menino. A noite quando Cabby vai dormir, Maggie lhe dá um beijo e então Tony se vê agora dentro da cabeça de uma mulher.

Maggie mora com Cabby, Moly e Lindsay, e é enfermeira do mesmo hospital onde ele está internado e através dela e de seu amado o policial Clarence, Tony consegue mudar muitas coisas que tinha deixado errado em sua vida.

Moly é mãe de Cabby e Lindsay que está internada no mesmo hospital que Tony. Lindsay tem uma Leucemia, porém com complicações bem raras.

Tony vai e volta do mundo surreal e cada vez retorna com pensamentos e ações mais leves e também com seu coração mais aberto, porém o encontro com seu filho que muda muita coisa em seu interior.

Depois de mudanças radicais em sua vida e na vida de seus familiares, Tony tem a chance de se curar e viver uma nova vida na Terra, porém a história de Lindsay o comove e ele se vê no momento de tomar uma decisão.

Opinião do leitor

O livro é fascinante, realmente força sua imaginação quando Tony vai para o mundo surreal e nos faz pensar o que vale a pena neste mundo, a que custo conseguimos vencer na vida, ter sucesso e também o valor da família e amigos.

Por Michelle Adriana Silva Medeiros.

Leia também o resumo de A Cabana

 

Leave a Reply