Skip to content

O corpo da mulher está mudando nesta quarentena, e especialistas fazem importante alerta

As mulheres devem tomar cuidado com os efeitos da pandemia porque a quarentena pode trazer uma série de mudanças para o corpo. São muitas preocupações no dia a dia e isso acaba refletindo no físico, confira.

PUBLICIDADE

Menstruação: por causa de toda tensão psicológica, as mulheres podem ficar com o ciclo menstrual desregulado, inclusive aquelas que tomam pílula anticoncepcional. E, caso isso persista por mais de três meses, é bom procurar uma ginecologista porque pode ser algo mais sério.

Pele: o cortisol, que é conhecido como “hormônio do estresse”, pode causar mudanças na pele da mulher, resultando até mesmo em uma dermatite atópica. A pele fica ressecada e podem aparecer até algumas lesões avermelhadas, além de espinhas.

Cabelo: a queda dos fios é uma mudança possível nesta quarentena, por causa das questões emocionais. O isolamento deixa a pessoa mais tensa e isso piora quando algum familiar é infectado pelo coronavírus.

Insônia: esse é outro problema que tem afetado um grande número de mulheres, pois, com tantas preocupações no dia a dia, quando chega a hora de dormir elas simplesmente não conseguem, apesar de todo cansaço.

Stress: é fácil perceber como as mulheres andam estressadas, pois se antes elas já estavam repletas de tarefas, agora a situação piorou ainda mais. Tem o dever online com o filho, o cuidado com a família para ninguém ser infectado quando sai, entre muitas outras funções, a variar do contexto de vida de cada uma.

PUBLICIDADE

Especialistas alertam que é preciso tomar cuidado nesta quarentena, procurando descansar, se divertir e não ficar tão ligado nas notícias. E caso alguma mulher perceba que o problema está persistindo, então é bom procurar ajuda de um profissional.