Skip to content

Veja a lista de Convocados por Tite para os amistosos de 7 e 11 de setembro

ago 17, 2018

Tite anuncia agora sua primeira lista pós-Copa para os amistosos contra Estados Unidos e El Salvador, nos dia 7 e 11 de setembro. Serão as primeiras aparições da seleção brasileira após a eliminação nas quartas de finais da Copa do Mundo de 2018.

Algumas surpresas apareceram na lista de Tite, dentre eles o atacante Pedro, do Fluminense e Hugo, goleiro reserva do Flamengo.

Dedé, zagueiro do Cruzeiro, também teve nome confirmado na convocação.  Os outros convocados que jogam no Brasil são Paquetá, do Flamengo e Fágner, do Corinthians.

PUBLICIDADE

Confira a lista completa:

Goleiros: Alisson (Liverpool), Neto (Valência) e Hugo (Flamengo).

PUBLICIDADE

Para a zaga: Dedé (Cruzeiro), Felipe (Porto), Marquinhos (PSG) e Thiago Silva (PSG).

Para as laterais: Fagner (Corinthians), Fabinho (Liverpool), Alex Sandro (Juventus) e Filipe Luís (Atlético de Madrid)

Para o meio: Casemiro (Real Madrid), Fred (Manchester United) e Arthur (Barcelona); Andreas Pereira (United), Lucas Paquetá (Flamengo), Coutinho (Barcelona) e Renato Augusto (Beijing Guoan).

Para o ataque: Willian (Chelsea), Douglas (Juventus), Éverton (Grêmio), Firmino (Liverpool), Neymar (PSG) e Pedro (Fluminense).

Principais falas de Tite na Entrevista

Tite: “Dentro da ótica que colocamos, tem o objetivo a curto prazo, que é importante. Em cada setor trouxemos um atleta da Copa e outro para dar oportunidade, porque agora há tempo para isso.”

Tite: “Esse é o momento para um Pedro, pela regularidade e pelos gols que vem tendo, fala por si só. Pelo desempenho do Paquetá, que vem sendo um dos destaques do Flamengo. O Everton, um dos grandes destaques também. Hugo, para estar presente para uma situação futura.”

Tite: “Os erros que cometi servem de aprendizado. Eu sou um profissional incompleto. A Copa do Mundo te dá a necessidade de modificações mais rápidas.”

Tite: “A gente está desenvolvendo, estão aparecendo jogadores nesse setor, um armador. Um cara que module, acelere e desacelere no momento certo. A nossa equipe foi a que mais agrediu dentro do Mundial, com mais oportunidades e finalização. Por vezes ficar com a bola um pouco mais… Eu penso em criar e finalizar, e finalizar no gol. O Coutinho trouxe e tem essa capacidade, Renato Augusto, Fred, Paquetá. Por ser um jogador diferente, ele vai jogando em uma função mais avançada. No Flamengo, ele por vezes roda e torca funções. Então pode ser utilizado um jogador com essas características também.”

Edu: “A ideia é que tenhamos mais dois jogos no Brasil. Pode ser novembro ou março. A ideia é trazer para o nosso público e fazer uma espécie de preparação para a Copa América.”