Skip to content

União Europeia multa Google em recorde de 4,3 bilhões de euros por Android

google multada pela uniao europeia

O todo poderoso Google vem passando por “maus bocados” com a União Europeia nos últimos anos. O seu domínio de mercado na Europa vem fazendo com que os comissários europeus de concorrência, estejam aplicando fortes multas contra a empresa, sob acusação de abuso da posição de liderança.

PUBLICIDADE

A última e mais pesada multa da história mundial, foi aplicada contra o Google pela União Europeia (UE) nesta última quarta-feira, dia 18 de julho, em uma bagatela de 4,34 bilhões de euros. O valor convertido em reais ultrapassa os 19 bilhões.

A justificativa da multa é por violação das regras de livre concorrência. Segundo os aplicadores da multa, ela é acusada de abusar da atual posição de liderança do seu sistema operacional para tablets e smartphones, o Android. Segundo eles o Google tem tido atitudes que garantam a hegemonia do seu serviço online de busca no continente.

O que dizem os comissários de concorrência da UE?

Segundo a comissária europeia de concorrência, Margrethe Vestager, o Google tem usado o Android como um veículo para consolidar a sua posição dominante do motor de busca. Com isso os consumidores europeus estão privados de uma concorrência efetiva.

Além da multa a Comissão Europeia ainda determinou que o Google coloque fim às práticas ilegais de concorrência nos próximos 90 dias. Após este prazo a empresa estará a mercê de novas multas que podem variar em até 5% de toda a média mundial do volume de negócios diários da empresa mãe do Google, a Alphabet.

Esta é a maior multa já aplicada pelas autoridades conhecidas pela prática de antitruste de toda a União Europeia.

PUBLICIDADE

Chances de argumentação

Durante o discurso a União Europeia acabou rejeitando qualquer argumento do Google, onde citava a Apple como uma forte concorrente dos dispositivos Android em solo europeu, que somente pelo seus preços elevados e os valores de troca das plataformas pelos usuários, não garante uma competição a altura.

O Android hoje está presente em 80% de todos os smartphones em funcionamento pelo mundo, sendo a atual líder de mercado e bem a frente de qualquer outra concorrente.

Como o Google recebeu a notícia desta multa gigantesca

A empresa de tecnologia americana disse em nota que irá recorrer na justiça contra a multa aplicada pela comissão europeia de concorrência.

O presidente executivo do Google, Sundar Pichai, disse que o Android chegou onde chegou, após muitos anos de estudo de mercado e oferecendo uma plataforma realmente eficaz e com valores mais atraentes para o mercado.

Segundo ele a decisão da multa pode acabar abalando o equilíbrio cuidadoso que a plataforma chegou, enviando um sinal preocupante para proprietários de sistemas que estão sobre plataformas abertas através do Android.

Pichai ainda relata que o Android foi responsável por criar mais escolhas a todos seus usuários e não menos como cita a comissão. O Android segundo ele é um ecossistema vibrante, de inovação rápida e eficaz e com preços bem menores, caracterizando todos os sinais de competição robusta.

Porém apesar da multa ser histórica e elevadíssima, ela não representa mais do que duas semanas de ganhos da Alphabet, que hoje conta com uma reserva de capital em US$ 102 bilhões.